Alto Vale

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

Uma parceria entre a Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL), e a Prefeitura do município de Salete promete desburocratizar e incentivar a abertura de novas empresas, isso porque o município aderiu ao programa Cidade Empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que tem como objetivo capacitar funcionários para atuar junto a prefeitura fazendo atendimento aos comerciantes e a aqueles que tem dúvidas sobre como fazer a abertura da própria empresa.

Segundo Ana Paula Rosenbrock, que é Técnica do Sebrae, a partir do programa o empresário que buscar a ajuda da Prefeitura de Salete vai encontrar um serviço mais claro e desburocratizado. “O pacote que a cidade de Salete aderiu é o ‘basic’ que é um pacote para cidades de até 15 mil habitantes e ele contempla quatro grandes soluções, dentro dessas quatro soluções possuem 11 ações, atividades que a gente vai desenvolver com a cidade, sempre focando a micro e pequena empresa para trazer o desenvolvimento e facilitar a abertura de empresas. Então hoje quando o empresário precisar abrir um negócio em Salete, quando precisar se formalizar ou criar um MEI vai ter um processo mais claro e mais rápido, isso serve também para fechamento de empresas, emissão de guias de pagamento, boletos, alteração do ramo de atuação por exemplo. Então, agora Salete vai contar com um local específico dentro da prefeitura para fazer isso, e com profissionais capacitados para isso”, explica.

O programa ainda contempla compras públicas, estratégias de venda e o fomento à agricultura familiar. Segundo Ana o apoio da CDL é fundamental para o andamento do projeto, e com a iniciativa o município deve se tornar mais próspero. “Vale ressaltar que esse incentivo que a Prefeitura de Salete junto com a CDL estão dando é um diferencial, a cidade se torna um local mais acolhedor e um local mais próspero para empreender”, avalia.

A Secretária da Industria Comércio e Desenvolvimento Turístico do município, Silvana Dubiela Hormann, conta que o programa veio no momento certo, pois além de auxiliar novos empresários vai também capacitar os antigos para liderança, e consequentemente gerar mais qualidade no atendimento. “A gente sempre procurou desenvolver a cidade então esse projeto do Sebrae veio no momento certo e bem propício pelo que a gente está passando agora com toda essa pandemia. Nós vimos que era muito importante e já aderimos ao projeto.As consultorias já estão começando, nessa semana já vai ser treinado o pessoal aqui de dentro da prefeitura para fazer esse atendimento aos novos empresários e também aos empresários que já temos na cidade. A sala do empreendedor vem como um incentivo a mais para a gente tentar a desburocratização da abertura das empresas, então a gente quer fazer isso tudo ali dentro da prefeitura para as pessoas virem ali tirar todas as dúvidas e ter um agente da prefeitura mesmo para estar auxiliando”, finaliza.