Política
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O PDT de Santa Catarina lançou um pré-candidato a deputado federal. Allan Schroeder, de 33 anos, representa para o partido, em Rio do Sul, o fortalecimento político da região. Isso porque o político possui familiares no Alto Vale e pretende lutar por demandas, que segundo ele, não recebem a atenção do governo de Jair Bolsonaro.

Allan conta que está na política há quase 20 anos e que sentiu ser o momento de colocar o nome à disposição para possibilitar a renovação.
“Entendemos que chegou o momento de disputar a eleição, pois a população está querendo gente nova. Gente que possa mudar a forma como a política vem sendo feita. Buscando defender ideias e um projeto de país. Então, alinhado ao projeto que a candidatura de Ciro Gomes vem apresentando, coloquei meu nome como pré-candidato a deputado federal”.

Segundo ele, o objetivo é poder lutar por situações que estariam sofrendo com descaso do governo, em Santa Catarina. “Para poder levar essas bandeiras, especialmente da geração de emprego e da qualificação profissional, a defesa de mais investimento em todos os níveis da Educação Pública. Para que Santa Catarina possa ter uma representação política de modo que deixe de ser uma força secundária no Congresso Nacional, situação que infelizmente se encontra tendo em vista, por exemplo, o descaso com nossas rodovias e o veto presidencial que tirou milhões de investimentos, que farão falta àqueles que produzem em nosso estado”, destaca.

Sobre o partido, ele ainda enfatiza que a intenção é fortalecer a sigla na região do Alto Vale, onde também residem amigos e familiares. “Buscamos ajudar no processo de fortalecimento do PDT em toda região de Rio do Sul, que já está em andamento com diversas lideranças e que para mim é uma região muito especial visto que a família do meu pai é oriunda de Lontras, a família Schroeder. Quero poder também dar minha parcela de contribuição ao povo dessa região, como meus familiares já fizeram no passado”, acrescenta.

Atualmente Allan mora em Balneário Camboriú, onde já foi secretário municipal por duas vezes. Ele também é vice- presidente da fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini em SC, órgão do partido responsável pela formação política e preparação de quadros, além de ser mestre em planejamento territorial pela Udesc.

A pré-candidatura de Allan a deputado federal é considerada importante no sentido de renovar o estado em relação ao descaso descrito pelo partido em relação ao governo Bolsonaro. “Precisamos de pessoas novas na política que sejam honestas, competentes e que estejam comprometidas com a vontade do povo e visando estes quesitos tenho certeza de que o Allan é a pessoa certa. Hoje não só em Santa Catarina, mas no Brasil como um todo, a polarização na política está levando o Brasil a ruína e Allan está em um esforço imenso na divulgação da pré-candidatura do Ciro Gomes e seu projeto nacional de desenvolvimento”, comenta o tesoureiro do PDT, em Rio do Sul, Marcos Boeira.

Ele ainda completa dizendo que Allan chega para somar ao processo de reconstrução do PDT em Rio do Sul. “Ele apresenta qualificação e experiência. O partido também está se organizando e deve apresentar, em breve, uma pré-candidatura de deputado estadual no Alto Vale, com força para chegar à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc)”, revela.

O partido também anunciou há alguns dias o ato de filiação de Mário Sérgio Stramosk, que será oficializado em 10 de março. A expectativa é que o ex-ministro do Trabalho, Manoel Dias e o deputado estadual Rodrigo Minotto estejam presentes, além dos demais membros da executiva estadual.