Cidade
Foto: Divulgação

O Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, deve ter alta nas vendas para o comércio de Rio do Sul. Uma pesquisa da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) apontou que na cidade mais da metade dos comerciantes consultados estão otimistas em relação à data.

53% dos entrevistados acreditam que vão vender mais do que no mesmo período do ano passado.  35,9% acreditam que o movimento será igual e apenas 10,3% estão pessimistas e apostam em menos vendas.

Quando questionados sobre os  percentuais das vendas boa parte também aposta em um crescimento tímido, mas que ainda assim vem sendo comemorado pelos lojistas. 28,2% esperam um crescimento das vendas de até 2,5%, outros 35,% projetam um crescimento de 2,6% até 4% e 28,2 acima de 4,1%. Somente 5,1% responderam a opção negativo.

Em relação ao valor das compras para o Dia dos Namorados 35,9% dos entrevistados acreditam que o valor dos presentes será de R$101,00 a R$150,00. 25,6% esperam que o gasto médio seja de R$ 151,00 a R$ 175,00 e 12,8% acreditam que acima de R$ 176,00. A pesquisa revelou ainda que 7,7% dos entrevistados preveem uma média de até R$ 50,00 com as compras e outros 5,1% de R$ 51,00 até R$ 100,00. 12,8% dos entrevistados selecionaram a opção que não sabem ou não escolheram nenhuma das alternativas.

Outro dado que chama a atenção no levantamento é em relação a forma de pagamento na hora da aquisição dos presentes. 76,9% dos lojistas apostam no pagamento com cartão de crédito e 12,8% no cartão de débito. Apenas 7,7% acreditam que as vendas serão no crediário e somente 2,6% projetam pagamento à vista no dinheiro.

Na lista de preferência de opções de presentes para os apaixonados as roupas e calçados lideram com 31,7%, seguidas de perfumes e cosméticos com 20,7%, joias e acessórios com 13,4%, flores 9,8%, eletrônicos com 7,3%, vales presente também com 7,3%, cestas de café e chocolate com 6,1% e outros itens devem ser a escolha de 3,7%.

Cenário positivo no estado

O dia dos namorados também deve gerar um importante crescimento nas vendas do comércio catarinense. Levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) indica que 61,5% dos entrevistados esperam resultado melhor do que o registrado na mesma data no ano passado.

A maioria, 34,5%, espera ganho de até 2,5%, outros 30,5% esperam incremento entre 2,6% e 4% e um grupo ainda mais otimista, de 30,5%, acredita em um aumento acima de 4%. O tíquete médio está previsto entre R$ 101 e R$ 150. “Esta é mais uma data importante para o comércio catarinense recuperar as perdas provocadas pela pandemia desde o início do ano passado. Depois do Natal e do dia das mães, o dia dos namorados é a comemoração que mais movimenta o varejo”, afirma Ivan Roberto Tauffer, presidente da FCDL/SC.

Os presentes mais procurados são roupas e calçados (28,9%), perfume e cosméticos (19,6%), flores (12,9%) e joias e acessórios (11,7%), entre outros itens. Também foi identificado que 69,5% dos entrevistados preparam alguma promoção especial para a data. O cartão de crédito deve ser a principal forma de pagamento. O levantamento da FCDL/SC foi realizado com empresas associadas que atuam no varejo em cidades com maior potencial de consumo – IPC.