Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Foi lido durante a sessão desta segunda-feira (4), na Câmara de Vereadores de Rio do Sul, o Projeto de Lei de autoria da vereadora Sueli de Oliveira que visa incentivar e valorizar a doação de medula óssea. Se aprovado, o PL instituirá Semana Municipal de incentivo e valorização, no terceiro sábado do mês de setembro.

De acordo com o projeto, o objetivo seria conscientizar a sociedade sobre a importância e necessidade da doação de medula, incentivar a população a realizar doações e promover ações educativas para que as pessoas tenham conhecimento sobre os procedimentos, resultados.

A Semana Estadual de Incentivo e de Valorização dos Doadores de Medula Óssea terá como foco a facilitação do acesso à informação e orientação e debates sobre o assunto.

O projeto prevê ainda, caso aprovado, que os laboratórios e clínicas de análise sanguínea falem aos eventuais doadores de órgãos com idade até 35 anos ou usuários de serviços de análise sanguínea sobre a possibilidade de doação de 5ml (cinco mililitros) a 10ml (dez mililitros) de sangue, para efeitos de manutenção do banco de dados de eventuais doadores de medula óssea.

As despesas seriam pagas por conta de dotação própria, podendo o município firmar convênios e parcerias com entidades públicas e/ou privadas, para divulgação e confecção de material de orientação pública.

Para a autora do projeto é importante que toda a comunidade seja instruída sobre os processos, sobretudo aqueles que já têm interesse em fazer a doação. “O PL institui a Semana Estadual de Incentivo e de Valorização dos Doadores de Medula Óssea. Vamos utilizar o terceiro sábado do mês de setembro, que já é uma data federal do Ministério da Saúde. Durante essa semana a intenção é conscientizar a comunidade sobre a doação de medula óssea, realizar ações educativas e facilitar o acesso à informação e orientação de pessoas que queiram fazer doação”, finaliza. O projeto aguarda votação.