Alto Vale
Foto: Divulgação
A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal, da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso, da Delegacia de Polícia da Comarca de Ituporanga e da Delegacia de Polícia do Município de Vidal Ramos, prendeu, um  casal de traficantes. Eles estariam trabalhando associados utilizando da corrupção de menores para comercialização de entorpecentes e dissimulação da propriedade das substâncias ilícitas.
Segundo informações divulgadas nas redes sociais da Polícia Civil de Ituporanga, ambos já teriam respondido neste ano de 2020 a processo por tráfico de drogas, do qual a mulher havia sido absolvida, e o homem condenado, o qual passou a cumprir prisão domiciliar e utilizar tornozeleira eletrônica.
Cabe lembrar que desde a saída do presídio para cumprimento da pena em casa, os agentes de segurança da região passaram a receber informações dando conta de que o tráfico ilícito seguia sendo seu meio de vida, razão pela qual já era alvo de investigação e estava sendo monitorado há algumas semanas.
Tal investigação resultou na expedição de Mandado de Busca e Apreensão para cumprimento em sua residência, após representação da Autoridade Policial, manifestação favorável do Ministério Publico e concessão pelo Juízo da Comarca.
Ainda de acordo com informações divulgadas pelas redes sociais da Polícia Civil, a estratégia investigativa para o caso foi a realização desta operação na data  em que haveria o recebimento de substâncias entorpecentes pelo investigado. A partir de tal informação teria sido planejada uma observação policial na tarde da última sexta-feira, até que em momento de grande movimentação foi realizada a abordagem e a busca domiciliar.
Na ocasião, foram apreendidos aproximadamente dois quilos de substância semelhante à maconha, cerca de cinquenta gramas de substância semelhante à cocaína e oito gramas de substância semelhante à crack, já fracionados em porções para venda, uma balança de precisão, cinco smartphones e mais de R$1.557,00 reais de posse da mulher.
Segundo publicação da Polícia, durante as abordagens, um dos usuários que se encontravam envolvidos na situação seria o autor de roubos praticados no município e foi encaminhado ao Presídio juntamente aos conduzidos em flagrante.