Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Entidades filantrópicas do Alto Vale poderão receber contribuições mensais através de faturas da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). É que a empresa a aprovou uma resolução autorizando doações para entidades através das contas de água. As instituições interessadas em receber doações dos usuários devem fazer um cadastro.
Segundo a chefe do Setor Comercial da Superintendência Norte Vale, Gabriela Gonçalves, na região, até o momento, não há instituições cadastradas, já que a resolução foi assinada recentemente. “A instituição que tiver interesse podem estar ligando ou agendando um atendimento presencial pelo site da Casan para tirar as dúvidas e saber sobre os documentos necessários”, afirma.
Ela explica que para ter direito ao recebimento é necessário assinar um convênio. “Para os usuários poderem fazer as doações, primeiramente as instituições precisam assinar o convênio com a Casan. Para ter direito a este convênio a instituição precisa ser filantrópica, sem fins lucrativos. Os membros da diretoria não podem ser remunerados. Este seria um dos critérios”, comenta.
Em entrevista ao DAV, Gabriela disse que após assinar o convênio será entregue um termo, onde ficará acordado que a entidade irá coletar as assinaturas dos usuários que desejarem fazer as doações. “Os valores das contribuições podem ser escolhidos pelo usuário, mas o valor mínimo é de R$1 e o usuário pode solicitar a exclusão da doação a qualquer momento em uma agência da Casan”, explica.
Gabriela diz que essa era uma demanda há algum tempo o órgão chegou a ser questionado sobre a possibilidade de implantação deste serviço. “Algum tempo atrás algumas entidades já entraram em contato com a gente perguntando como seria possível, porque outros órgãos já fazem então eu acredito que essas instituições serão favorecidas com esse convênio. É uma forma de possibilitar auxílio financeiro por aqueles que possuem vontade de ajudar e não conseguem ir até o local para fazer a contribuição e ajudar quem precisa”, finaliza.