Alto Vale
Divulgação

 

Reportagem: Helena Marquardt

 

A cidade de Pouso Redondo, tem um dos 36 casos suspeitos de coronavírus em Santa Catarina de acordo com a lista divulgada pelo Ministério da Saúde. O paciente, que tem histórico de viagem e está em isolamento, apresentou os sintomas no final da semana passada, mas a informação foi divulgada oficialmente somente nesta segunda-feira (2).

 

O secretário de Saúde de Pouso Redondo, Rafael Tambosi, explica que as informações sobre o paciente são sigilosas, mas revelou que a suspeita tem causado preocupação na cidade.

“O caso traz uma preocupação. Torcemos para que seja negativo, mas é um momento de apreensão”, disse.

 

Ele adiantou que o caso é semelhante ao que aconteceu em Rio do Sul e todos aguardam o resultado do exame.

“Estamos aguardando o exame para ver se é ou não é. A Secretaria de Estado da Saúde disse para a gente que até o final dessa semana deve sair o resultado”, completou.

 

Rafael revelou ainda que o paciente está em isolamento, mas não existe outra orientação específica para a população a não ser os cuidados básicos com a higiene como cobrir a boca ao tossir, usar um lenço ou a mão e procurar uma unidade de saúde se apresentar algum sintoma da doença.

 

Já o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, diz que com o aumento do número de casos suspeitos a mensagem para a população é que não há motivo para pânico.

“Todos os estados registraram aumento no número de casos em investigação no momento em que recebemos informações de pessoas estão transitando da Europa para o Brasil, e isso está dentro de uma situação de normalidade. Temos sim que nos ater as dicas de segurança com relação ao que fazer em caso de tosse e quando procurar uma unidade de saúde, mas não devemos sair a campo especialmente adquirindo máscaras ou álcool gel”, esclareceu.

 

O secretário declarou ainda que o Estado trabalha desde o início de fevereiro com seu plano de contingência e anunciou que o Laboratório Central vai passar a disponibilizar os testes de coronavírus.

“Isso vai nos possibilitar ganho. Hoje temos um delay entre a notificação de casos suspeitos e o resultado de alguns dias e isso acaba fazendo com que tenhamos um sensação muito ruim enquanto população. Isso vai nos dar agilidade para que possamos descartar os casos que não são de corona e os que são obviamente são que a gente saiba”.

 

36 casos suspeitos em Santa Catarina

 

De acordo com os dados da Plataforma IVIS do Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (2), Santa Catarina registrava 36 casos suspeitos sendo monitorados. No Brasil já são 433 casos suspeitos de coronavírus. No estado de São Paulo, dois casos já foram confirmados.

 

Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde e demonstram o aumento da sensibilidade da vigilância da rede pública de saúde devido à inclusão de 15 países, além da China, que apresentam transmissão ativa do coronavírus. Florianópolis é a cidade que conta com mais casos suspeitos, 11 ao todo, seguida de Joinville com sete casos, Balneário Camboriú e Itajaí com três casos cada, Itapema, São Bento do Sul, São José e Chapecó com dois casos cada e Concórdia, Pouso Redondo, São João Batista e Tijucas com um caso cada.