Alto Vale
Foto: Diego Miguel Borba/ Divulgação

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

A construção do novo quartel da Polícia Militar em Pouso Redondo deve iniciar na próxima semana. Atualmente a PM ocupa um prédio alugado no município e agora poderá contar com um novo espaço construído especialmente para o efetivo. A obra, avaliada em cerca de R$ 300 mil será custeada através do Fundo de Melhoria da Polícia Militar (Fumpom), que é arrecadado através de uma fração do IPTU e outras taxas municipais.

O terreno da nova sede foi doado pela Prefeitura de Pouso Redondo e deve até mesmo garantir mais economia já que o Município deixaria de gastar com a manutenção do imóvel atual.Segundo informações do Executivo o início das obras está previsto para o dia 15 desse mês, e a sede que seria construída inicialmente a partir de containers agora terá mais durabilidade, qualidade e mobilidade através da construção civil.

O comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar, Renato Abreu, explica que a obra também vai trazer mais comodidade, e deve melhorar a prestação de serviço da PM na cidade. “É um momento de muita alegria para nós da Polícia Militar. O município de Pouso Redondo é um dos mais populosos do Alto Vale e com uma necessidade da segurança pública. A construção desse posto com certeza trará uma maior qualidade do serviço da Polícia Militar, é um destacamento, uma planta feita para esse fim e terá nesse espaço todos os cômodos necessários para o bom desempenho do serviço dos policiais militares”, conta.

Ainda segundo o comandante, o valor que vem sendo arrecadado já há algum tempo agora vai ser utilizado de forma a garantir um retorno para a comunidade. Ele ainda diz que essa obra vai ser um marco para a cidade de Pouso Redondo. “Esse dinheiro vem sendo arrecadado pelo município e repassado a Polícia Militar já faz alguns anos e chegou agora no valor necessário para a construção da obra. Com certeza é um marco que ficará nos anais do município e com certeza converterá numa melhor prestação de serviço por todos os policiais militares daquele destacamento”, finaliza.