Política
Foto divulgação

Reportagem: Jorge Matias/DAV

Os assuntos políticos têm ficado em segundo plano, devido a pandemia do coronavírus que vem sendo a principal pauta das últimas semanas. No entanto, os partidos começam a desenhar o cenário político para as eleições de outubro, mesmo que elas ainda não tenham sido confirmadas. Em Rio do Sul, após rumores de uma possível migração ao PSL, o prefeito, José Thomé, confirmou à reportagem do DAV que seu destino será o PSD, sigla da qual o deputado Milton Hobus é presidente estadual.

Conforme Thomé, essa foi uma decisão que já estava sendo amadurecida. “Outras situações ocorreram, como o convite do governador para ingressar ao PSL, mas diante do não compromisso com o que havia sido combinado e também toda a amizade e respeito que temos com o deputado Milton Hobus, decidimos tomar essa decisão”, disse.

Thomé afirma ainda que a relação com o PSDB continua com muito respeito. “A deputada Geovania de Sá continua sendo uma grande parceira do município. O PSDB é um partido forte e tem um grupo de pessoas muito bom, que nos ajudou a construir a atual administração”, comenta. “São pessoas que querem ver desenvolvimento e não falam em cargos e conchavos políticos”, completa.
O presidente estadual do PSD, deputado Milton Hobus, disse que filiação de Thomé é algo que já havia sido conversado anteriormente. “Isso era algo acertado há bastante tempo que foi consolidado agora”, declarou.

Perguntado sobre a possível ida de Thomé ao PSL, partido do governador Carlos Moisés, o qual Milton Hobus já declarou oposição, o deputado disse que no meio político esse tipo de situação acontece. “Faz parte do jogo”, pontuou.

Convite do governador

No começo deste ano o prefeito José Thomé, foi convidado pelo governador Carlos Moisés, para integrar o PSL. Na ocasião Thomé comentou o assunto por meio de uma nota. No documento ele declarou que iria permanecer filiado ao PSDB, partido pelo qual foi eleito em 2016 junto com o vice, Paulo Cunha, que é do PSD e disse também que havia sido procurado para conversar sobre filiação partidária, mas que ainda não tinha definido qual seria o seu direcionamento.