Alto Vale
Foto: Divulgação

Prefeitos do Alto Vale do Itajaí que fazem parte da Amavi aprovaram de maneira unânime a criação do consórcio do Aeroporto Regional Alto Vale. A definição aconteceu em assembleia geral, após explanação do prefeito de Rio do Sul, José Thomé, na manhã desta quinta-feira (17).

A criação do consórcio permite que o Aeroporto Helmuth Baumgarten, localizado em Lontras, receba recursos mensais para manutenção e investimentos que fica em torno de R$ 60 mil, sendo R$ 25 mil de responsabilidade da Prefeitura de Rio do Sul, R$ 5 mil da Prefeitura de Lontras e o restante através de rateio entre os municípios da Amavi, que também vão poder utilizar a estrutura através do consórcio.

A arrecadação dos valores começa em junho. A estrutura do aeroporto vem recebendo investimentos de cerca de R$ 1,4 milhão, como as obras de iluminação e balizamento noturno. As melhorias possibilitam pousos e decolagens noturnos, ainda em fase de habilitação por parte da ANAC, possibilitando transporte de pacientes, órgãos para transplante, além de permitir que pilotos possam fazer o acionamento das luzes de led através das próprias aeronaves.

O prefeito Thomé explicou que outros investimentos estão previstos no aeroporto, como a construção de um terminal de embarque, obras no acesso e a contratação de empresa especializada para administração.

Conforme o prefeito, a aprovação do consórcio é um marco histórico para o desenvolvimento social e econômico do Alto Vale, já que investidores vão ter acesso maior a região.

“O Alto Vale tem muitas carências em sua infraestrutura e estamos investindo em uma área muito importante. Os prefeitos foram sensíveis e entenderam o que estamos passando, visando o futuro, com a instalação de empresas, geração de empregos, mais impostos para as cidades e melhor infraestrutura”, comentou.