Cidade
Foto: Divulgação

 

Jorge Matias

 

A Operação Curupira teve mais um desfecho nessa semana. Quatro servidores da Prefeitura de Rio do Sul que haviam sido presos em setembro foram exonerados dos seus cargos: o secretário de Infraestrutura Aldonir Xavier, o diretor de Meio Ambiente Anderson Goral, o secretário de Obras Rômulo Ouriques o assessor especial de Pavimentação Tarcísio Testoni. Todos continuam detidos no Presidio Regional.

 

Os servidores que estavam atuando provisoriamente no lugar deles, continuam nos cargos. Após a publicação no Diário Oficial, que deve ocorrer ainda nessa semana, a funcionária efetiva, Adriana Iuncek Ramos, assume definitivamente como secretária de Obras. Na Secretaria da Infraestrutura, o funcionário comissionado Fernando Moretti também será efetivado como secretário da pasta. Adriano Pereira Martins, funcionário efetivo, assume como diretor do Departamento de Meio Ambiente. O cargo de assessor Especial de Pavimentação, ocupado anteriormente por Tarcísio Testoni, ainda não tem um substituto definido.

 

O prefeito José Thomé disse que confia plenamente nos indicados para os cargos. “As escolhas foram baseadas em experiência e capacidade técnica de comando dos funcionários. Alguns dos servidores são de carreira, valorizando o funcionalismo público como um todo”, comentou.