Alto Vale, Política
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

O prefeito eleito no município de Chapadão do Lageado, Abel da Silva (PP), falou sobre a posse no dia 1º de janeiro e garantiu que pretende investir na revitalização das estradas do interior para a volta às aulas que deve acontecer nesse ano. Além de atuar fortemente na Secretaria de Obras, o político diz que focará na Saúde e destacou pontos importantes sobre o turismo no município, além de falar sobre a nomeação dos secretários.

Abel da Silva venceu as eleições no dia 15 de novembro do ano passado com 56,15% dos votos e segundo ele após a posse no primeiro dia do ano o foco já foi Agricultura e Obras do município, que eram dois de seus maiores focos na campanha. “Eu estava muito ansioso para assumir pois a prefeita não falava o que iria deixar em recursos livres. Eu via outros prefeitos de Imbuía e Alfredo Wagner já dizendo o quanto iriam deixar para o próximo que fosse assumir e poder começar fazendo alguma coisa. Era essa minha ansiedade e preocupação, no dia 1º tomamos posse e ela nos entregou a prefeitura e falou que tinha deixado R$ 1,4 milhão em recursos livres, mas não é verdade, ela deixou R$ 375 mil e eu estou muito preocupado pois o maquinário da Secretaria de Obras e Agricultura e os carros da Saúde estão muito danificados e R$ 375 mil para a frota de uma prefeitura é muito pouco”, explica.

Sobre seu secretariado ele revela que está nomeando quem deve assumir as pastas de forma gradativa. Até agora Maurício Andrade foi convidado a assumir a Secretaria de Saúde, na Educação Luiza Geremias assume como secretária e Cléia Freitas foi escolhida para estar à frente da Secretaria de Assistência Social. Como chefe de gabinete Joel Caovilla foi escolhido, e os demais nomes devem ser anunciados nos próximos dias.

O prefeito ressalta que agora deve trabalhar nas estradas do interior, que garantem o escoamento da produção de cebola e fumo. Ele diz também que a revitalização é importante para que o transporte escolar possa voltar a circular. “Meu projeto para esse ano é melhorar as estradas do interior, pois foi gasto muito dinheiro no embelezamento da cidade e abandonaram as estradas pois se não, não vai ter acesso nem mais para buscar os alunos que iniciam nas aulas no dia 18 de fevereiro. O município é agrícola e temos cerca de sete a oito quilômetros somente de asfalto, o resto é estrada de chão e agora começa o escoamento da produção além do transporte escolar que não teve no ano passado”, avalia.

Sobre a busca de recursos para Chapadão do Lageado, Abel diz que tem o apoio do deputado estadual José Milton Scheffer (PP). “Um apoio muito importante pela situação do nosso município é uma emenda que o deputado José Milton Scheffer vai disponibilizar no valor de R$ 200 mil para arrumar as estradas, não temos previsão ainda para quando virá mas é bem importante. Temos várias emendas de outros deputados do PP e PT para vir para Saúde e Educação, mas a mais urgente é para as estradas, R$ 200 mil não é muito, mas é melhor que nada”, revela.

Ainda, na opinião do prefeito, a passarela de vidro localizada na Cachoeira de Rio Saltinho, que foi aberta para visitação no dia 23 de dezembro não deveria ter sido inaugurada, já que de acordo com ele a estrutura ainda não está finalizada. Agora ele avalia a possibilidade de fechar o local até terminar as obras. “A passarela não deveria ter sido aberta pois não está bem pronta e deve ter vindo umas 10 mil pessoas ver esse mirante no final do ano e agora nós não sabemos se vamos fechar ou não pois a empreiteira que não acabou está preocupada pois temos que dar uma contrapartida da prefeitura para terminar”, finaliza.