Cidade

O Alto Vale perdeu ontem (28), vítima de Covid, um dos maiores defensores do movimento Apaeano em Santa Catarina e da inclusão das pessoas com deficiência. Faleceu na noite desta segunda-feira (28) num hospital de Joinville o presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Rio do Sul, o professor Dalmir da Silva.

Ele tinha 68 anos e em sua vida profissional atuou como professor, diretor de escolar, coordenador de cursos superiores e secretário municipal de Educação na cidade de Rio do Sul. Na Apae de Rio do Sul iniciou em 2008 como vice-presidente, já em 2011 assumiu como presidente por três anos, sendo reeleito em 2014 para mandato até 2016. De 2017 a 2019 permaneceu na diretoria da entidade. Também atuou na Federação das APAEs do Estado de Santa Catarina como Diretor Financeiro. Neste ano o professor foi eleito vai uma vez como presidente da associação. Em sua trajetória no movimento apaeano sempre se dedicou na luta pelos direitos da pessoa com deficiência.

O diretor da Apae de Rio do Sul, Jean Baumer, comenta que esta é uma grande perda para Associação e para cidade já que Dalmir era muito querido em toda a comunidade. “É uma grande perda. Ele sempre se empenhou em dinamizar as nossas ações para que tivéssemos eficiência e foco no atendimento dos nossos alunos e a comunidade. Nos últimos anos lutou muito para concretizar o sonho da nossa ampliação do espaço físico e nosso ginásio. Agora fica nossa responsabilidade em finalizar esta obra. Ficam seus ensinamentos e o legado de sua trajetória no movimento Apaeano”, disse.

Seguindo protocolos de segurança, não houve velório e o enterro aconteceu nesta manhã no Cemitério Municipal de Rio do Sul.