Alto Vale
Foto: Ronildo Garcia/ ilustração

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Que a pandemia causou prejuízos para muitos setores da economia, todos sabem e não foi diferente para os artistas, ou pessoas que dependem de atividades culturais como único rendimento. Por isso, foi criada a Lei Federal Aldir Blanc que destina verba de forma emergencial aos envolvidos nessa área. Em Presidente Getúlio uma parte da verba recebida já foi aplicada e outra ainda está aguardando inscrições no edital Cultura em Movimento.

Cada município do Alto Vale recebeu um determinado valor, em Presidente Getúlio a verba total é de mais de R$140 mil. O diretor de cultura do município, Ronildo Garcia, explica que uma parte do valor já foi aplicado. “A gente recebeu a quantia de um pouco mais de R$143 mil. Nós temos a missão de aplicar isso em dois incisos, que é para entidades e empresas que tiveram os seus trabalhos interrompidos por causa da pandemia, para aplicar em despesas de manutenção, como aluguel, água, luz, telefone. Despesas operacionais do espaço. Nós aplicamos em quatro espaços, já temos quatro empresas selecionadas que já estão recebendo a primeira parcela”, afirma.

Ronildo disse ainda que já foram aplicados R$66 mil para as primeiras quatro entidades e ainda estão disponíveis R$77.172,88 para a próxima etapa.

Segundo ele, os próximos a serem beneficiados são artistas e grupos culturais. “Agora já está na fase três que é abrir edital para artistas, entidades e grupos culturais aqui da cidade. Estamos com as inscrições abertas até 4 de dezembro do edital “ Cultura em Movimento” Presidente Getúlio. As entidades, grupos, artistas do município precisam se inscrever com alguma atividade que possa ser trabalhada de forma virtual pela internet, uma live, curso on-line para estar recebendo os recursos”, esclarece.

Para fazer a inscrição é necessário ir até o Centro Municipal de Cultura, lá as pessoas devem ser orientadas quanto ao edital que está disponível no site da prefeitura ou no site do Mapa Cultural de Santa Catarina.