Alto Vale

A Prefeitura de Presidente Getúlio, através da Secretaria de Saúde, zerou a fila de gestantes de alto risco. As pacientes foram encaminhadas para consulta com especialista no Hospital Regional do Alto Vale- HRAV, em Rio do Sul. A unidade é referência nesses casos.

Com o início da pandemia do novo coronavírus, houve redução do número de grávidas atendidas por dia no Hospital, oque, consequentemente aumentou o tempo de espera por consulta, mas as pacientes continuaram a ser acompanhadas.

A média mensal é de seis mulheres portadoras de doenças que podem se agravar durante a gestação. A secretária de Saúde, Iara Possamai, conta que durante a espera, o acompanhamento foi realizado pelas unidades básicas de saúde no bairro em que cada uma mora. Além disso, elas dispõem de exames como ultrassonografia e eletrocardiograma no Ambulatório Geral de Especialidades (AGE), e do transporte para o caso de exames e tratamentos fora do domicílio.

Além das pacientes de alto risco, o atendimento de pré-natal nas unidades básicas de saúde também continuou, com as gestantes sendo acolhidas pelo médico clínico geral da Estratégia de Saúde da Família (ESF), mediante algumas adequações. Enquanto as grávidas de baixo risco são encaminhadas para o atendimento com a ginecologista no AGE, que retomou as consultas no final de abril.