Cidade
Foto: Arquivo

Helena Marquardt/DAV

O Presídio Regional de Rio do Sul confirmou casos positivos de coronavírus. Segundo a direção da unidade, onde estão reclusos cerca de 315 presos, entre os infectados estão servidores  e até agora um detento. Coma contaminação os cuidados em relação à prevenção vem sendo redobrados.

O diretor, Nei Feuzer, explica que o primeiro caso foi de um servidor, que foi diagnosticado com covid, ficou afastado e depois de ser considerado curado pode retornar as suas funções. Já nesta semana foi confirmado que outros servidores e um detento também estavam com o novo coronavírus.

Ele explica que todos os meios possíveis de controle de acesso e sanitização são exaustivamente cobrados e que todo caso suspeito e com sintomas é testado segundo orientação médica ou judicial.

Para evitar a contaminação de detentos, o Governo do Estado de Santa Catarina suspendeu completamente desde o dia 17 de março, as visitas no sistema prisional e socioeducativo. “Fazemos visitas virtuais de vídeo chamada mediante agendamento por parte do familiar”, lembra.

Também continuam suspensos o recebimento de alimentos e itens enviados por familiares, atividades educativas e trabalho externo.

80 detentos foram soltos em Rio do Sul por causa da pandemia

Desde o início de março, cerca de 80 detentos que estavam no presídio de Rio do Sul ganharam a liberdade em virtude da pandemia.  “A Maioria era do regime semiaberto ficando em prisão domiciliar até passar esta situação”, revela Nei.