Sem categoria
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A primeira coleta de sangue em Rio do Sul depois de quase cinco anos da suspensão do serviço já tem data definida e vai acontecer no dia 31 de agosto. Durante todo o dia uma equipe do Hemosc vai estar no Hospital Samária que foi o local escolhido para o retorno das coletas.

De acordo com a vereadora Sueli de Oliveira, que encabeçou as tratativas com o Hemosc juntamente com a vereadora Danielle Zanella e a primeira dama Sheyla Nardelli, a coleta será de alguns tipos de sangue. “Alguns dias antes eles ainda vão nos passar as tipagens sanguíneas que estão precisando e faremos essa divulgação convidando esses doadores”, conta.

As doações poderão ser feitas durante todo o dia e o atendimento inicia às 8h. A expectativa do Hemosc é receber 75 doadores no dia 31. Ainda de acordo com Sueli, não ficou definida de quanto em quanto tempo às coletas serão realizadas, mas a volta do serviço é motivo de comemoração.

Ela conta que para definição do local a equipe do Hemosc esteve vistoriando a unidade e pediu apenas pequenas adequações no espaço como troca de tomadas e disponibilidade de internet nas salas e as solicitações já foram atendidas.

Para a volta do serviço a Prefeitura vai disponibilizar um médico para ficar junto durante todo o período das coletas, além de quatro servidores que vão fazer a recepção dos doadores e auxiliar com informações e ajudar a servir o lanche após a doação.

Coletas suspensas há quase cinco anos

Em Rio do Sul o serviço está suspenso há quase cinco anos. As últimas coletas foram realizadas em 2016 e desde então quem tem o desejo de doar precisa se deslocar para cidades como Lages e Blumenau, o que inviabiliza muitas doações. Outro problema é que na falta de sangue, o material precisa ser buscado às pressas de outros municípios que contém um Hemocentro.