Alto Vale

O público alvo da campanha de vacinação contra o vírus influenza foi ampliado. Neste ano, os professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas também poderão ser imunizados contra a gripe, contabilizando cerca de 80 mil pessoas que devem ser vacinadas no Alto Vale. De acordo com o responsável pelo serviço de Vigilância Epidemiológica da Gerência em Saúde de Rio do Sul, Adalberto Jorge França Silveira, para serem imunizados com as doses fornecidas pelo Ministério da Saúde os profissionais precisam comprovar que estão trabalhando em sala de aula. “Eles devem pedir uma declaração na escola para receber a vacina”, comentou Adalberto. Os professores passaram a ser considerados grupo de risco pela convivência com crianças, que apresentam menor resistência a gripe.

A campanha de vacinação começa na próxima segunda-feira (17) e segue até dia 26 de maio no estado. A dose via injeção protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o H1N1, o H3N2 e a influenza B. Todos os anos uma nova dose de vacina é fabricada, baseada nos tipos de gripe que mais atingiram a população no ano anterior.

Outro diferencial da campanha que começa nos próximos dias é que pessoas com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas foram priorizadas pelo Governo, porque, de acordo com os dados, no ano passado foram os grupos de risco que lideraram os índices de internação e morte em Santa Catarina.

Portanto, idosos e doentes crônicos devem procurar as unidades de saúde com sala de vacina antes dos outros grupos, entre os dias 17 e 21 de abril.

Depois, entre os dias 21 e 26 de maio, é a vez das crianças a partir de seis meses aos cinco anos, gestantes e puérperas, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores procurarem as unidades de saúde para a imunização.

Albanir Júnior