Alto Vale
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Ibirama, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e departamento e Agricultura, iniciou mais uma etapa do Programa de Bem-estar Animal, iniciado este ano e que conta com a participação de diversas secretarias. A proposta é levar conhecimento a população, sobre os cuidados que devem ser adotados com animais de pequeno e grande porte, como também, a posse responsável e a esterilização de pets.

Os veterinários do Departamento de Agricultura, Mariana Bertoldi e Fernando Krambeck, acompanhados do Aquilies, mascote da Udesc – Campus Ibirama, visitaram a turma do 4º ano da Escola Municipal Christa Sedlacek, onde fizeram uma pequena palestra com orientações relativas a posse responsável. “Muitas vezes, a falta de informação é um dos principais problemas relacionados aos maus tratos de animais. Nosso dever como profissional veterinário é presar pela qualidade de vida desses animais, e temos a certeza que poderemos alcançar a mudança por meio das crianças, que nesta idade estão preparadas para absorver novas informações”, comemorou Mariana.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Anderson Fozina Kruger, explica que os temas ministrados durante as palestras foram desenvolvidos e direcionados a esta faixa etária, de alunos dos 4º anos. “Queremos, de forma didática, transmitir informações importantes sobre cuidados com animais de pequeno e grande porte, bem como orientações importantes sobre castração e posse responsável”, explicou.

Recenseamento permitirá repasse de recursos públicos para castração

Os temas Bem-estar animal e posse responsável estão ligados diretamente a saúde coletiva. Tanto que no último dia 3 de novembro é comemorado o Dia da Saúde Única, data criada pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina para conscientizar a sociedade para a relação indissociável entre a saúde humana, animal e ambiental.

De acordo com o prefeito de Ibirama, Adriano Poffo, para que a administração pudesse atuar neste sentido, era necessário conhecer um pouco mais sobre a população de animais de estimação no município. “Junto as secretarias de Assistência Social e Saúde, foi feito um recenseamento dos pets que estão tutelados junto às famílias cadastradas no CadÚnico, do Governo Federal. Dessa forma, podemos construir uma legislação que respalde, no futuro, o repasse de recursos públicos para auxiliar ongs e entidades que atuam na causa animal”, explicou.

O trabalho de recenseamento iniciou com a sensibilização dos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs), que participaram de uma palestra com o médico veterinário Edgar Cardoso, diretor técnico da Vira-Lata Clínica Veterinária e docente do curso de Veterinária da Furb, de Blumenau, que sempre esteve envolvido na causa animal. De acordo com a coordenadora de Atenção Básica de Ibirama, Dianare Cucco, todas as famílias inseridas no CadÚnico tiveram os animais de estimação cadastrados. “Algumas famílias não aceitaram fazer o cadastro, porém, o principal objetivo deste levantamento é ter um diagnóstico das necessidades apresentadas pelas famílias em relação aos pets, para o desenvolvimento de políticas públicas municiais que possam auxiliar estas famílias”, explicou. Os dados foram repassados para controle no Departamento de Agricultura e Secretaria de Assistência Social.

Projeto de Educação Fiscal também é voltado aos cuidados com animais

O trabalho relativo ao Programa de Bem-estar Animal alcançou mais uma etapa no início do segundo semestre, com a distribuição dos Álbuns de Figurinhas na rede municipal e ensino de Ibirama que podem ser preenchidos, mediante a troca de envelopes com figurinhas por cupons e notas fiscais, como também, carnês de IPTU quitados.

Além de orientações sobre legislação de trânsito, cuidados com a Covid-19 e Turismo do município, o álbum também conta com informações relativas aos cuidados com os animais de grande e pequeno porte e animais de rua. “Foi feito um grande trabalho em parceria com as Ongs do município, onde foram retratados no álbum, animais de rua e que estão para adoção, buscando estimular a sensibilidade dessas crianças para esta causa”, explicou a secretária de Educação de Ibirama, Marilene Collet Krause.

A capa do Álbum de figurinhas foi ilustrada com uma foto do Negão, um cão comunitário que vive na rua Tiradentes, área central do município de Ibirama.