Cidade

O bate papo entre amigos, com muitas brincadeiras e interatividade com ouvintes e internautas e que se transformou em programa de rádio, está de aniversário hoje. O Programa de Sexta, que é transmitido todas as noites de quinta-feira pela 93 FM, e também pela página do programa no Facebook, completa um ano.

A frente do programa estão os amigos, Sérginho Silva que é comunicador e locutor de rádio, o produtor de vídeo Diego Rafael Tenfen, o empresário Dilvair Kniess e o artista plástico Edélsio Bilk Neto. “O Diego eu conheço desde que era bebê, é uma grande promessa da comunicação, aliás. O Edésio, é disparado o mais bonito dos quatro e nosso melhor contador de piadas, especialmente por ser gago e imita-los. O Dilva foi o responsável pelo programa estar no ar. Só existe por ele encher o saco insistentemente até concordarmos em falar com a direção”, conta Serginho.

Com perfis diferentes, mas com muito bom humor o quarteto funcionou no rádio. “Somos muito diferentes um do outro e nos completamos dentro do programa”, observa Tenfen.

A ideia inicial era produzir conteúdo para a internet, através de páginas e canais no Facebook e Youtube. Dilvair compartilhou a ideia os dois amigos rio-sulenses, Serginho e Diego, foi então que veio a sugestão de fazer o programa para ser transmitido no rádio. “Na verdade, é uma bagunça, esse é objetivo do programa, ser do povo, ser original, brincar com a galera sem ofender ninguém, é uma coisa bem caseira, com humildade”, explica Kniess.

O programa piloto, foi gravado em um estúdio em Presidente Getúlio, e teve sete minutos, após apresentá-lo para a direção da emissora de rádio, o grupo ganhou a oportunidade de ocupar o horário das 20h ás 21h de quinta-feira por um mês. “Ficamos quatro meses porque estava indo bem e em seguida compramos esse horário”, conta Tenfen.

O nome Programa de Sexta, foi uma sugestão do programador e coordenador da emissora de rádio, Charles Bogo. “É na verdade uma brincadeira com sexta categoria e não com a sexta-feira como levamos todos a pensar nesse ‘trocadilho’ de dias”, revela Tenfen.

São quatro mediadores, mas o público também é considerado integrante, com os recados enviados, pedidos e sugestões de piadas. Com tanta interatividade e brincadeiras simultâneas, os integrantes abriram mão de seguir roteiro, após duas ou três tentativas. Abriu o microfone, o primeiro boa noite acabou o roteiro, não tem mais como fazer roteiro”, comenta Bilk.

O quinto elemento é um personagem criado por Edesio e que foi batizado de Professor Balbuena. “É Uma espécie de sabe tudo e dá os conselhos mais furados dás Américas”, destaca Serginho, que inclusive foi quem sugeriu o nome do personagem.

Edésio está surpreso com a repercussão que o personagem criado por ele, ganhou dentro do programa. “Uma das coisas mais difíceis é você ter um personagem e esse personagem cair no gosto das pessoas, o Professor Balbuena está começando a ter um crescente legal, isso não tem dinheiro que paga”, comemora.

O programa busca mesclar piadas novas, com algumas já conhecidas do público, uma das sacadas foi regionalizar as situações e causos através de adaptações com personagens e locais da região. “A participação com o público é a mais importante, WhatsApp, Facebook, mandam sugestões, a gente acaba interpretando, mas o mais engraçado é a gente tirar onda de nós mesmos”, disse Kniess.

Sobre o sucesso alcançado em um ano, Serginho resume. “Não tem frescura, é regionalizado, destaca pessoas conhecidas na região e não tem pretensão de ser grande, só de bom astral, nada além”, concluiu.

Comemoração com cerveja

O programa de rádio também está prestes a virar uma marca de cerveja artesanal, a ideia surgiu entre os integrantes do grupo, já que um dos patrocinadores do programa faz a produção da bebida. A cerveja está sendo produzida em Braço do Trombudo na fábrica da Besser Bier.

O rótulo terá a imagem dos integrantes do Programa de Sexta, os primeiros 500 litros foram reservados para um estabelecimento que fará a venda de lançamento, que ocorrerá em maio. “A ideia é que a gente não pare de produzir, já estamos negociando com uma rede de supermercados a venda da nossa cerveja”, finalizou Tenfen.

Albanir Júnior