Alto Vale
Foto: Divulgação

A ligação asfáltica entre os municípios de Atalanta e Ituporanga é uma obra aguardada há muitos anos pelos moradores e motoristas que usam o trecho diariamente. Há alguns meses, a Secretaria de Estado de Infraestrutura anunciou que iniciou o processo de instrução para elaboração do orçamento para pavimentação da SC-281 e agora, finalmente, foi publicado o aviso de edital para licitação da obra. O que significa que em breve, o asfaltamento entre as duas cidades não será mais um sonho e sim, realidade.

A obra corresponde a um trecho de 19,1 quilômetros e a abertura da licitação deve ser feita no dia 7 de abril, durante a 26ª Expofeira Nacional da Cebola, em Ituporanga. De acordo com o prefeito Gervásio Maciel a obra é um pleito de mais de 30 anos e que é fundamental para trazer desenvolvimento para ambas as cidades e para a toda a região. Ele ainda lembrou todo o trabalho político para que o asfaltamento saísse de fato do papel.

“Queremos cumprimentar e agradecer todos que nos ajudaram nesta tarefa. O prefeito Sassá e os vereadores de Atalanta, os nossos vereadores e secretários da Administração de Ituporanga, o deputado Jerry Comper do MDB, o deputado Milton Hobus do PSD e o deputado Zé Milton Schaefer do PP que trabalharam por isso”, afirmou.

O chefe do Executivo agradeceu ainda ao secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade Thiago Vieira, que auxiliou no processo e ao governador Carlos Moisés da Silva e disse que como prefeito tinha o objetivo de conseguir essa obra.

“Essa é uma estrada muito utilizada pelos moradores e para escoar a produção agrícola e eu como prefeito tinha esse grande objetivo e fico muito feliz com a abertura desse edital. Nossa expectativa é que essa obra inicie em no máximo dois meses”.

Em entrevista ao Jornal Diário do Alto Vale no ano passado, alguns moradores cobraram a pavimentação e afirmaram que o trecho se torna perigoso em razão da poeira que acaba atrapalhando a visão dos motoristas.

“Precisa asfalto urgente, porque ou a poeira toma conta ou a lama. Um dia quase me envolvi em um acidente por não conseguir enxergar com a nuvem de poeira que se formou. Conforme o horário e o fluxo de veículos piora. Então, o asfalto não é só um capricho, é infraestrutura para a população, é o retorno dos impostos que pagamos e é mais garantia de segurança no trânsito”, comenta.

O deputado estadual, Jerry Comper, também comemorou a conquista. “Notícia esperada há décadas, é mais segurança ao cidadão que usa essa rodovia tão importante para a região. A pavimentação trará mais qualidade de vida aos moradores e mais segurança aos que por ali passam”, finaliza.