Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A ampliação da sede do Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, em Ituporanga, deve começar em breve. É que foi assinada na manhã desta segunda-feira (8), a ordem de serviço para as obras. O investimento deve ser de R$228 mil.

Além de prever a manutenção, o contrato com a empresa Pro Eng Engenharia e Consultoria, garante a construção de um depósito no subsolo, sala de aula e garagem para equipamentos, o que totaliza uma área de 111,15 m². O recurso a ser utilizado para a realização da obra é administrado pelo Município, oriundo do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o prefeito de Ituporanga, Gervásio Maciel, a atuação do Corpo de Bombeiros é essencial, por isso, os profissionais precisam de um espaço adequado para possibilitar melhorias nos serviços prestados aos cidadãos.

“O Corpo de bombeiros realiza um serviço primordial e que merece nosso respeito e atenção. Essa reforma e ampliação irão permitir ainda mais agilidade nos serviços prestados para a comunidade”, comenta.

O 2º sargento do Corpo de Bombeiros Militar, Maycon França, explica que a obra já estava prevista devido ao problema de umidade que atinge o quartel. Para ele, os trabalhos são importantes para que os serviços sejam prestados com excelência aos moradores de toda a região atendida pela corporação. “Está sendo feita uma reforma para resolver um problema de umidade do quartel e essa reforma contempla a retirada de barro que está encostado na unidade. Nós pretendemos também ampliar, construindo um depósito e uma garagem para o nosso barco, uma reserva náutica, que utilizamos em atividades aquáticas na região e uma sala de aula”, conta.

Para França, cuidar do patrimônio público é essencial. Segundo ele há ainda uma demanda crescente de ocorrências que exigem mais equipamentos, que também necessitam de local adequado para serem guardados. “Precisamos armazenar mais equipamentos, materiais utilizados nas operações, o que exige a construção do depósito e como formamos anualmente bombeiros comunitários, a sala de aula é extremamente necessária”, completa.

Sobre o Funrebom

O Funrebom é uma taxa estadual recolhida e gerida no Município para uso exclusivo do Corpo de Bombeiros da cidade. As receitas do Fundo são provenientes de taxas recolhidas pela instituição, e parte da arrecadação do IPTU do Município, cuja finalidade é prover recursos para manutenção de estudos e projetos técnicos de prevenção e combate a incêndio; aquisição de imóveis e material permanente; construção e ampliação de instalações; bem como despesas administrativas e de manutenção.