Alto Vale
Divulgação

 

Apesar da instalação de um posto de atendimento da Justiça Eleitoral na Câmara de Vereadores de Lontras, cerca de 2.700 dos 8.900 eleitores da cidade, ainda não fizeram o cadastramento biométrico que segue até o próximo dia 22. Depois dessa data os moradores que quiserem fazer o processo terão que se deslocar até Rio do Sul.

 

O posto de atendimento foi montado em janeiro e no último sábado (15) atendeu inclusive em regime de plantão devido a baixa procura pela biometria, mas de acordo com o chefe de Cartório da 102ª Zona Eleitoral, Carlos Alberto Moreira, houve um problema no sistema e esse atendimento teve que ser interrompido.

“Tivemos um problema técnico porque o TSE teve que fazer uma manutenção no sistema que acabou sendo necessária, isso lá em Brasília mesmo então não pudemos seguir com o atendimento”, esclarece.

 

Apesar do problema, o atendimento continua normalmente nesta semana e haverá mais um plantão no sábado (22) para os moradores que não conseguem ir até o posto durante a semana.

“Ainda temos essa semana inteira e o próximo sábado que é uma oportunidade para que as pessoas aproveitem e façam o cadastramento biométrico”, comenta.

 

A Justiça Eleitoral esclarece ainda que por enquanto o cadastramento biométrico não é obrigatório para Lontras e quem não tiver nenhuma irregularidade no título poderá votar normalmente nas eleições de outubro. No entanto a orientação é para que os moradores se antecipem e evitem filas quando ele passar a ser obrigatório.

 

Rápido e simples

 

Para fazer o cadastramento o eleitor pode comparecer ao local de atendimento com documento oficial de identidade com foto, comprovante de domicílio recente emitido nos últimos três meses. O procedimento demora apenas alguns minutos é gratuito. Primeiro, os dados pessoais e eleitorais são atualizados e depois é registrada a assinatura, foto e impressões digitais de todos os dedos das duas mãos. Ao fim, é entregue o título eleitoral atualizado.

 

Helena Marquardt