Alto Vale
Divulgação
Quatro integrantes de uma associação criminosa que atuava no tráfico de drogas no Alto Vale do Itajaí, denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), foram condenados a penas de 10 a 14 anos de prisão.

 

A denúncia contra o grupo foi apresentada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Presidente Getúlio, a partir de investigações realizadas com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e das agências de inteligências da Polícia Militar e da Polícia Civil.

 

A operação que desmantelou a associação criminosa que agia no Alto Vale do Itajaí, a partir de Presidente Getúlio, foi deflagrada em junho de 2019, quando foram cumpridos mandados de prisão preventiva, expedidos pela Justiça a pedido da Promotoria de Justiça de Presidente Getúlio.

 

De acordo com o Promotor de Justiça Eliatar Silva Junior, a investigação de tráfico e associação para o tráfico foi uma continuidade da operação anterior, conduzida pelo GAECO, que deu cumprimento a 28 mandados de prisão e visou coibir o comércio ilícito de drogas na cidade de Presidente Getúlio.

 

Conforme requerido pelo Ministério Público, o Juiz da Comarca de Presidente Getúlio condenou os réus pela prática dos crimes de associação para o tráfico e tráfico de drogas. A decisão é passível de recurso.

Fonte: MPSC