Alto Vale
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

Um projeto de lei instituído no município de Taió busca dar exemplo de afeto e cuidado para toda a comunidade, isso porque por lá as famílias dos bebês que nascem no Hospital e Maternidade Dona Lisette recebem um kit com itens essenciais para atender as necessidades básicas dos primeiros dias dos recém nascidos. Mas além de receber o pequeno kit que é cuidadosamente preparado com lenços umedecidos, cotonetes e outros produtos, agora os pais recebem também uma muda de árvore frutífera ou nativa, e a intenção do projeto é incentivar o cuidado com o meio ambiente através do sentimento que nasce junto com o nascimento de um filho.

O Hospital e Maternidade Dona Lisette de Taió já oferecia o kit em parceria com a REDEH Beneficência Cristã e nessa semana a Prefeitura Municipal através da Secretaria de Agricultura firmou a parceria para fazer a entrega da muda, que pode ser plantada em local escolhido pelos pais, respeitando as regras de urbanismo da legislação vigente.

A secretária de Saúde do município, Rozi de Souza, explica que o projeto “Cada Criança uma Árvore” já é uma iniciativa antiga criada no ano de 2007, e nesse ano ela esteve acompanhando a iniciativa e conta que é uma forma de fazer com que os pais e a própria criança possa acompanhar o nascimento de outra vida, no mesmo momento do próprio nascimento.

“Cada recém-nascido recebe um pacote com alguns itens de necessidades básicas para as famílias dos bebês, e aí nós pensamos que poderíamos melhorar para as mamães e oferecemos então mais uma sacolinha para a carteirinha de vacinação e pensamos em uma forma criativa de incentivar os pais a acompanhar o crescimento do filho oferecendo uma árvore nativa ou frutífera que a mãe recebe quando sai da maternidade junto com o kit do hospital e a sacolinha. Esse seria um gesto de preservação ao meio ambiente e uma forma de incentivar as famílias a cultivar esse gosto pela natureza na criança desde recém-nascida”, comenta. Para a direção do Hospital o programa além de estimular a conscientização das famílias na preservação da natureza, através do plantio de árvores, também oportuniza uma maior interação entre a família, a entidade de Saúde e a Prefeitura.