Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

No mês de julho, o calendário escolar é marcado por um recesso de aproximadamente 15 dias. Durante este período, professores e gestores de todo o Alto Vale estão tendo a oportunidade de planejar o ensino, participar de capacitações e avaliar o que pode ser melhorado nas salas de aula para otimizar a aprendizagem dos alunos.

Em Rio do Sul, a Secretária de Educação, Janara Mafra, explica que embora, o ensino não tenha sido paralisado durante a pandemia, os alunos voltaram com certa dificuldade para o ensino presencial e que por esse motivo, o período de recesso que para os estudantes é sinônimo de descanso, é tão importante para os professores terem tempo de planejar as aulas e pensar em estratégias de melhorias no ensino para auxiliar os alunos.

“Estamos discutindo através do Plano 20, as metas de readaptação, porque foi semestre bem significativo, onde conseguimos perceber o quanto de dificuldades os nossos alunos se encontram.  Eles estavam no primeiro ano e passaram para o terceiro, e apesar de todo o esforço da família, as dificuldades existem. Este é o momento do pensar pedagógico, pensar em práticas pedagógicas, para correr atrás desse prejuízo. É um período de pensar, planejar e voltar com força total no segundo semestre.”, destaca.

No município de Rio do Campo, por exemplo, os professores passaram por uma formação pedagógica nesta semana. Merendeiras e auxiliares de serviços gerais da rede municipal não ficaram de fora, elas tiveram palestra sobre higiene e manipulação dos alimentos por videoconferência.

“Prezamos sempre pela qualidade na educação como um todo. Essa semana foi bastante produtiva. Esperamos que todos os profissionais envolvidos possam levar esses novos conhecimentos para o segundo semestre letivo” disse a secretária de Educação, Luana Jackeline Leite.

Em Ituporanga não foi diferente. Todos os 90 profissionais da Educação, incluindo motoristas e merendeiras participaram de palestras de capacitação e motivação. De acordo com a Secretária de Educação Sandra Berns Clasen, a palestra foi ministrada pela psicóloga da Secretaria da Saúde do município. “Sabemos hoje a saúde mental está diretamente ligada ao rendimento dos trabalhos e até de relacionamento no seu ambiente de trabalho”, explicou.

“Nosso maior projeto dentro da educação é proporcionar uma educação de qualidade aos nossos alunos e acreditamos que isso acontece quando temos profissionais capacitados e por isso estamos investindo nos nossos servidores e nos nossos profissionais que atuam na educação”, acrescenta Sandra.

Além disso, o instrutor Fabrício Juppa também teve a oportunidade de palestrar e abordou temas como direção defensiva sobre transporte escolar, exames toxicológicos, noção de primeiros socorros e convívio social no trânsito.

Em Agrolândia os profissionais também participaram de cursos para criarem estratégias a fim de evitar transtornos e encontrar soluções para as dificuldades na aprendizagem, sobretudo para o ensino fundamental.