Alto Vale, Política
Foto: Claudia/DAV

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

O destino do Executivo de Petrolândia segue sem definição, o candidato eleito no município, Rogério Domingues, mais conhecido como Déio, venceu a eleição do último dia 15 com 51,98% dos votos. A diferença contra seu único adversário, Edson Padilha, não foi expressiva mas agora o que impede que o candidato eleito assuma o executivo no dia 01 de janeiro de 2021 é sua candidatura estar anulada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já que nessa semana o recurso apresentado junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Florianópolis foi negado pelo juiz.

Rogério revela que a anulação da candidatura se deu por conta da falta de documentos que deveriam ser anexados ao sistema do TSE no momento da candidatura, ele conta que contratou um procurador jurídico para acompanhar o processo da candidatura e anexar todos os documentos necessários, mas a pessoa contratada esqueceu de anexar essa certidão e perdeu o prazo. “Nós saímos com a vitória mas temos a nossa eleição impugnada pode-se dizer assim, por falta de a gente ter apresentado alguns documentos, algumas certidões, então a gente teve já um desfecho na comarca de Ituporanga onde foi feita uma decisão e a gente perdeu”, relata.

O político que atualmente é vereador no município e foi o mais votado no ano de 2016 com 604 votos, explicou que a irregularidade se deu por ausência de requisito de registro, esse documento é necessário para comprovação do registro da candidatura. Nessa semana o recurso apresentado por ele junto ao TRE em Florianópolis foi negado pelo juiz, e agora ele recorreu junto ao TSE em Brasília para tentar assumir a prefeitura no próximo ano. “Nós recorremos no TRE em Florianópolis e também perdemos, então agora a gente está buscando o recurso no TSE em Brasília e estamos confiantes, bem otimistas e a gente acha que também vai conseguir lá esse resultado positivo pois isso não atrapalhou nenhum desfecho da eleição na forma de disputa”, avalia.

A decisão sobre a situação de Petrolândia deve ser tomada ainda nesse mês e Rogério explica que “Conversando com o pessoal do Jurídico e com os advogados eles acham que ainda até o mês de dezembro tem que ocorrer esse julgamento por questões de diplomação, pois a gente não sabe se vamos ser diplomados dessa forma até porque o município também precisa dessas respostas, a gente tem um monte de coisas, tem transição de governo, tem nova equipe de trabalho”, avalia.

Otimista, Rogério relata também sua expectativa caso venha a assumir a prefeitura e diz que vai focar na agricultura, como prometido durante a campanha. “A gente fez uma visita praticamente em todo o município e ele é praticamente todo agrícola, 80% dos recursos arrecadados é oriundo da agricultura e eu trabalho já a 30 anos na prefeitura, 20 anos praticamente eu atendo o agricultor então esses anos todos eu construí com eles uma amizade, um carinho e como vereador eu também sei o quanto precisa ser feito pela nossa agricultura”, finaliza.