Alto Vale
Foto: Rafael Beling

 

Luana Abreu

 

Há mais de uma década, o município de Ibirama aguarda pela construção da sede própria do quartel da 2ª Companhia de Polícia Militar e agora a espera está perto de chegar ao fim. Isso porque um acordo firmado entre o prefeito Adriano Poffo (MDB), o deputado estadual Jerry Comper (MDB) e o secretário da Casa Civil do Estado, Douglas Borba, confirmou os recursos para a construção do prédio. Metade do investimento será feito pelo Governo do Estado e o restante será complementado através de emenda parlamentar.

 

A nova estrutura será construída em um terreno que foi repassado pelo Município ao Estado em 2009. Anos depois, de acordo com o prefeito, o Governo do Estado realizou três processos licitatórios que não tiveram empresas interessadas para executar a obra, já que o valor necessário para edificação era menor do que o que estava sendo disponibilizado pelo poder público. “Desde que assumimos a prefeitura em 2017, fomos várias vezes à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e o projeto chegou a ser incluído no programa Pacto por Santa Catarina, mas, não foi executado”, relatou.

 

Com a posse do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), o prefeito foi à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) em diversas ocasiões solicitando a estrutura. O projeto chegou a ser incluído no programa Pacto por Santa Catarina, mas, não foi executado. “O novo quartel está em fase de finalização de projetos na SSP, para que em breve seja licitado”, explica Poffo.
Sede alugada

 

Atualmente a sede da 2ª Companhia do 13º Batalhão de Polícia Militar está localizada em um prédio alugado na Rua Doutor Getúlio Vargas, no bairro Bela Vista, próximo a Udesc. O comandante da Companhia, capitão PM Nilvo Pfleger, lembrou que o quartel já passou por vários endereços. “Volta e meia estamos nos mudando, precisamos de um espaço próprio. Nossa atual sede atende às necessidades, mas existem algumas situações que precisam ser melhoradas”.

 

Com a construção de um quartel, Pfleger ressalta que o projeto será específico para servir as demandas da instituição militar. Entre os ambientes que serão aprimorados está o atendimento ao público, que deverá ser dividido por seções como de trânsito e área técnica. A Polícia Militar também contará com espaço adequado para o setor financeiro e de almoxarifado.
“Devemos ter ainda espaços próprios para realização de cursos aos PMs, que são necessários para a atualização do nosso efetivo. Além disso, poderemos contar com uma área maior de alojamento, que em situações de necessidade de reforço no policiamento, poderá abrigar policiais para atuarem em todo o Vale Norte”, detalhou o capitão.

 

No que se refere à localização, Pfleger afirma que o atual endereço se encontra em uma boa área da cidade, porém, com o quartel ao lado da Polícia Civil, os dois órgãos de segurança pública poderão ter uma aproximação ainda maior.