Alto Vale
Divulgação

 

Luana Abreu:

 

Os 28 municípios do Alto Vale estão ansiosos para receber do Governo Federal os recursos do megaleilão do pré-sal que já tem uma data estipulada pelo Ministério da Economia para serem repassados. O Governo Federal receberá o dinheiro no dia 27 de dezembro, mas como a data é uma sexta-feira, a distribuição para as administrações públicas estaduais e municipais ocorrerá no próximo dia útil, segunda-feira, 30.

 

O critério para distribuição da verba é o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), condição assegurada com intensa mobilização municipalista. Braço do Trombudo vai receber R$ 370.852,87 e a ideia do prefeito Nildo Melmestet (MDB) é de concluir as obras da prefeitura e fazer melhorias no cemitério municipal.

“Já estamos licitando o material e a empresa para concluir o prédio da prefeitura, contando com esse recurso. O valor final dessa obra vai ficar em cerca de R$ 240 mil. O restante vamos investir no cemitério”, explica.

 

O valor que Pouso Redondo vai receber é de R$ 741.705,73, de acordo com o prefeito Oscar Gutz (PDT) será utilizado na pavimentação de ruas.

“Nós já estamos com os projetos prontos só na espera desse recurso chegar ao caixa da prefeitura para darmos sequência a essas obras”, comenta.

 

Em Imbuia, o prefeito João Schwambach (MDB) vai destinar o recurso para o pagamento do INSS. “Vamos receber cerca de R$ 370 mil e a expectativa é de que esse valor possamos pagar dois ou três meses do Imposto”, observa.

 

Leilão

 

A União esperava conseguir mais de R$ 100 bilhões com a oferta de quatro lotes na bacia de Santos, mas duas áreas não receberam ofertas e os recursos provenientes do leilão totalizaram apenas R$ 69,89 bilhões, quase 32% a menos que o esperado. Com isso, a quantia que será recebida pelos municípios do Alto Vale caiu de R$ 28,2 milhões para R$ 13,7 milhões.

 

Além dos municípios, o Governo do Estado de Santa Catarina também vai utilizar o recurso. A intenção é reduzir o déficit de R$ 4, 3 bilhões da previdência.

 

Em Chapadão do Lageado, o valor inicial da cessão era de R$ 763.520 que passou para 370.852,87. A prefeita Marli Goretti Kammers (PMDB), disse que já havia feito o projeto para o investimento do primeiro montante na infraestrutura do município, e que agora com a metade da verba, será necessário elaborar outro projeto. “Tivemos que refazer