Cidade
Foto Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Rio do Sul retomou as atividades já no primeiro dia desse mês, o retorno dos atendimentos ainda está acontecendo de forma gradual e até o momento somente os procedimentos de Reiki e drenagem mecânica estão sendo feitos, a coleta de preventivos e as drenagens manuais devem ser retomadas no próximo mês.

Segundo a presidente da entidade, Silvia Mayerle, durante os meses em que a rede ficou fechada por conta da pandemia do novo coronavirus todas as pacientes estiveram sendo monitoradas e acompanhadas pela equipe de voluntárias, agora com a retomada de forma gradual as enfermeiras permanecem no local prestando atendimento. “A gente tentou proporcionar a elas mesmo com essa pandemia uma espécie de assessoria, assim nós conseguíamos conversar com elas e passar orientações, inclusive durante a pandemia nossas reikianas faziam seções à distância, então àquela hora elas sentavam relaxavam e recebiam o reiki”, avalia.

A presidente ainda conta que já nos primeiros dias após a retomada a procura pela Rede já foi grande, e que no final desse mês as voluntárias devem se reunir para estudar uma forma de agendamento para o retorno da coleta de preventivos. “A gente está pensando se tudo melhorar a partir do dia 20 começarmos com a coleta dos preventivos, mas estamos conversado para entender a melhor forma de fazermos os atendimentos através de agendamentos”, explica.

O tradicional brechó também já retomou os atendimentos das 13h ás 17h, e as voluntárias estão atendendo a quem busca pelo empréstimo de perucas e lenços e quem pretende fazer a doação de cabelos. “Estamos com uma promoção muito boa, até o dia 18 todas as peças estão custando apenas um real cada, e esse valor arrecadado no brechó é muito importante para nós pois tivemos muitos gastos com o último ciclone que destelhou grande parte do telhado”, explica.

A presidente ainda lembra que todas as precauções estão sendo tomadas durante os atendimentos. “Estamos recebendo o máximo de 10 pessoas por vez aqui dentro e estamos controlando quantas pessoas podem entrar para que não haja aglomeração até porque também nos preocupamos com a saúde das nossas voluntárias. Temos álcool em gel e só pode entrar com máscaras, dentro do brechó também todas as precauções estão sendo tomadas”, finaliza.