Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Agora a comunidade de Ibirama e região já pode adquirir moletons novos a um preço bastante acessível e ainda contribuir com a Rede Feminina de Combate ao Câncer. É que graças a doações de tecidos e de trabalho voluntário, a entidade pode fazer a confecção de conjuntos que estão sendo vendidos no brechó, que também foi totalmente repaginado.

A voluntária Eva Scheidemantel conta que a ideia de confeccionar moletons surgiu durante o expediente do brechó diante da constante procura por esse tipo de peça. Foi então que a voluntária Nina Heuser ofereceu sua confecção para fazer a costura sem nenhum custo com a ajuda de seus colaboradores. Ela também conseguiu a doação de 100 quilos de moletom junto a empresa Brandili, de Apiúna.

Seguindo com o projeto, a Rede Feminina foi em busca de mais uma parceria para o corte das peças e a Extensão Confecções, de Ibirama, se dispôs para fazer a talhação dos produtos, além de conseguir a doação de mais cerca de 89 quilos de moletom e malhas variadas junto aos seus fornecedores. Os colaboradores também trabalharam além do expediente para executar o serviço e contribuir com a entidade.

Na sede da RFCC, também foi montada uma verdadeira força-tarefa com as voluntárias para organização e separação dos moletons que agora já estão à venda. “Graças a ajuda que recebemos estamos vendendo produtos novos com ótima qualidade e com preços bem acessíveis no nosso brechó. O resultado desta ação é que teremos além das calças e blusas de moletom, calças térmicas e conjuntos infantis o que vai gerar um bom rendimento, possibilitando assim investir na nossa causa que é a prevenção”, completou Eva.

Brechó totalmente repaginado

Outra novidade é que o brechó da Rede Feminina está totalmente repaginado. Novas prateleiras, araras e outros móveis foram adquiridos pela entidade com uma parte do valor da doação do Troco Solidário feira pela Havan. “O valor do troco solidário foi investido na doação de 100 mamografias e na compra de computador, celular e impressora e uma parte que sobrou decidimos investir na repaginação do brechó que contava apenas com alguns móveis usados e que já estavam bastante velhos. Então decidimos fazer armários, estantes, araras, balcão e ainda comprar uma mesa de reunião e cadeiras. Agora temos tudo muito bem organizado ”, comemorou.