Alto Vale
Foto: Alan Garcia/DAV

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

Empossado no primeiro dia do ano, o novo presidente da Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL) de Ituporanga, Dagoberto Schimitt, falou em entrevista ao DAV sobre as principais ações que já estão acontecendo no início de 2021. Uma reforma estatutária e a busca por uma maior participação dos associados nas decisões da diretoria são as principais mudanças previstas.

A proposta de uma reforma estatutária já está sendo estudada e trabalhada pela diretoria da CDL e de acordo com o presidente, a proposta deve ser apresentada a todos os associados em breve. O objetivo da reforma é a efetiva participação de associados que não sejam sócios patrimoniais. “É para que a gente possa ter mais envolvimento do lojista, do sócio não patrimonial na chapa do CDL e participar ativamente de todas as ações. Hoje nós temos uma situação que obriga que a grande maioria da diretoria seja de sócio não patrimonial. Nós temos 40 sócios patrimoniais e destes, em torno de 20 não tem uma participação efetiva, então a diretoria fica girando em torno de um pequeno grupo e a gente quer alterar isso, já estamos trabalhando para alterar isso”, revela.

Nessa semana os lojistas começaram a receber um questionário desenvolvido pela CDL com o objetivo de levantar a opinião, sugestões de melhorias e propostas já no início do ano. O presidente reforça que em 2020 a categoria sofreu por conta da pandemia e que agora é fundamental a participação de todos para o fortalecimento em conjunto. “O associado vai ter a oportunidade de colocar sugestões para todas as ações que a gente faz, nós queremos aproximar o associado, realmente saber o que ele pensa e propõe, o que ele quer contribuir e quer que a CDL contribua também para o negócio”, comenta.

Sobre o horário de atendimento no Carnaval o presidente salienta que o comércio atenderá normalmente e diz que essa foi uma decisão sensata. “O governador determinou que não terá ponto facultativo e na nossa visão acertadamente pois não temos o que comemorar, não tem como ter aglomeração e é um período que nada mais justo que todo mundo possa trabalhar, então serão dias normais, nosso comércio vai estar aberto esperando os clientes”, conta.

Dagoberto reforçou ainda que a participação do lojista vai ser muito buscada nesse ano e promete que será um ano de renovação. “Já vem de um trabalho das outras diretorias, nós temos um show de prêmios que já vai para a 5ª edição, que é um sucesso e outras ações que a gente quer implantar e melhorar, sempre com a participação do lojista para que ele agregue mais vendas e tenha um resultado mais satisfatório no decorrer e no final do ano. Queremos ouvir o lojista para que ele possa opinar, elogiar, criticar, sugerir e até por isso do questionário assim vamos avaliar a viabilidade e muitas ações. A gente tem a esperança de poder ter essa leitura e aplicar”, finaliza.