Cidade
Arquivo/DAV

 

Reportagem: Helena Marquardt – DAV

 

Na Semana do Consumidor, o Procon de Rio do Sul divulgou que, dos cerca de mil processos abertos no ano passado, 87% foram resolvidos e órgão tem buscado conscientizar a população sobre os direitos e deveres dos consumidores. Só neste ano foram mais de 320 atendimentos.

 

O diretor do Procon, Vanderlei Waldrich, comenta que os números são bastante positivos.

“Isso prova a importância do trabalho do Procon, que acaba também desafogando o Judiciário. A cada 100 processos que iriam para a justiça, 87 conseguimos resolver de forma administrativa e principalmente sem custo nenhum para o consumidor”, diz.

 

Ele explica ainda que o índice de resolução na cidade é bastante significativo e entre o ranking de reclamações a maioria diz respeito a empréstimos consignados não contratados e débitos não autorizados das contas dos aposentados. Outras queixas recorrentes são a demora nas filas de bancos, falta de preços em vitrines e problemas com a garantia dos veículos novos e usados.

 

O diretor ressalta, no entanto, que os números positivos também dependem da iniciativa do próprio consumidor que possui direitos, mas também tem deveres.

“Ele precisa cumprir com seus deveres como exigir nota fiscal a cada compra, exigir o documento que comprova a relação de consumo porque somos um órgão de esfera administrativa e para que possamos trabalhar precisamos de documentos, diferente do Judiciário que pode interpelar testemunhas ou solicitar outro tipo de prova, no Procon atua apenas com documentos comprobatórios”, orienta.

 

Outra orientação é em relação aos golpes aplicados na internet e Vanderlei afirma que o consumidor deve procurar sites confiáveis para fazer a compra.

“Fazer sempre em sites de lojas que são instituídas e principalmente pesquisar antes nos órgãos de defesa do consumidor se essas empresas tem muitas reclamações”, completa.

 

No sábado (15), será comemorado o Dia do Consumidor, mas Vanderlei afirma que o órgão tem trabalhado durante todo o ano para defender os interesses de quem faz qualquer tipo de compra de produto ou serviço em Rio do Sul.

“O Dia do Consumidor é todo o dia e estamos preparados para atender”, conclui.