Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A Prefeitura de Rio do Campo, através da Vigilância Epidemiológica lançou no município uma campanha de recolhimentos de pneus e pede que a população participe e ajude a dar a destinação correta ao material já que ele é bastante prejudicial ao meio ambiente e pode favorecer a proliferação de doenças.

A orientação é que os moradores nunca coloquem os pneus no lixo comum. Agora, aqueles que tem esse material em seus terrenos podem entregá-lo em qualquer uma das escolas de Rio do Campo ou mesmo nas igrejas das comunidades até o dia 30 de junho.

“Muitas pessoas deixam pneus jogados em suas propriedades e acabam atraindo o Aedes aegypti, que é um mosquito que provoca várias doenças, como a dengue. Após o “Dia D”, que será dia 30 de junho, recolheremos todos os pneus doados e daremos o devido encaminhamento a eles”, disse Janaina Aparecida Schmitz, responsável pelo controle epidemiológico no município.

Especialistas apontam que um pneu leva em média 600 anos pra se decompor e o material pode causar inúmeros danos ao meio ambiente. Se descartados de forma incorreta eles podem contribuir para o entupimento de rios e redes de esgotos, causando inundações e poluindo rios e solo. Além disso, os pneus descartados ocupam um espaço considerável nos aterros sanitários e, se incinerados de forma podem poluir a atmosfera.
Não bastasse os efeitos devastadores sobre o meio ambiente e a atmosfera, a fabricação de pneus demanda de uma grande quantidade de matérias-primas como aço, borracha natural e petróleo, mas os pneus podem ser 100% reaproveitados.

Por conta disso, o governo incluiu esse setor no programa obrigatório de adoção da Logística Reversa, que está enquadrado na Lei 12.305/2010 Art.33 da Política Nacional de Resíduos Sólidos.