Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

A comunidade de Rio do Campo tem motivos para comemorar na área da saúde, isso porque o município terá seu primeiro equipamento de ultrassom disponível para a rede pública nos próximos meses. O aparelho será instalado junto ao Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, e deve trazer mais comodidade para os pacientes que antes tinham que se deslocar até outras cidades para realizar os exames.

O equipamento que permite realizar exames de ultrassonografia foi adquirido através de uma emenda parlamentar de um deputado Federal. De acordo com o secretário da Saúde de Rio do Campo, Jefferson Cardouzo, a licitação para compra havia sido avaliada no valor de R$ 100 mil, mas o equipamento foi comprado por R$ 85 mil.

O município já recebeu o aparelho e agora aguarda a construção do espaço para instalar o equipamento. Ele acredita que a sala apropriada deve ficar pronta em até 30 dias, só depois o ultrassom será instalado por uma empresa especializada, e então poderá começar a funcionar.

Atualmente quem depende do Sistema Único de Saúde (SUS) em Rio do Campo precisa se deslocar para outros municípios em busca dos exames de ultrassonografia, por isso Jefferson comemora, e diz que essa é uma grande conquista para a cidade. “Esse aparelho não vai beneficiar só a Atenção Básica do município mas também em atendimentos de média a alta complexidade. Como ele vai ser instalado em parceria com o hospital de Rio do Campo vão ser beneficiadas pessoas que estão na Unidade de Saúde, no atendimento para gestante e até mesmo pessoas com dor, além de beneficiar para atendimentos de urgência e emergência quando as pessoas vêm final de semana ou a noite”, comemora.

Jefferson ainda enfatiza que hoje os pacientes chegam a se deslocar até 100 quilômetros para cidades vizinhas, o que não deverá mais acontecer. “É uma alegria para a gente, pois muitos pacientes passavam por muito desconforto nos deslocamentos para outras cidades, as vezes pacientes internados no hospital tinham que se deslocar com uma ambulância, subir elevadores, era bem ruim e com esse equipamento tudo deve melhorar, é uma grande conquista”, finaliza.