Alto Vale, Sem categoria

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Rio do Oeste já conta com um espaço específico para atendimento e triagem de casos suspeitos da Covid-19. A cidade instalou uma estrutura temporária na Unidade Básica de Saúde do Centro para onde os pacientes com sintomas respiratórios devem se dirigir caso necessitem de atendimento médico.
O investimento para a compra de macas e demais equipamentos foi de cerca de R$ 10 mil e no local os médicos e outros profissionais de saúde atendem utilizando todos os equipamentos de proteção individual, diminuindo riscos de contaminação. “Decidimos fazer esse atendimento de saúde diferenciado para diminuir os riscos. Assim os pacientes com problemas respiratórios não tem contato com os demais pacientes da Unidade Básica de Saúde e vão direto a esse local isolado”, explicou o prefeito Humberto Pessatti.
Ele esclareceu ainda sobre a orientação de só procurar atendimento médico as pessoas que apresentarem sintomas mais graves. “Quem apresentar sintomas de uma gripe sem gravidade não deve sair de casa. Nesse momento precisamos contar com a colaboração de todos para enfrentar essa pandemia”, disse.
A secretária de Saúde, Ivana Caroline Rickes Kreusch, completa dizendo que se o cidadão tem alguma dúvida pode receber orientações até mesmo pelo telefone. “Pedimos que só venha até quem tiver sintomas mais graves, caso você tenha sintomas leves, mas quer tirar uma dúvida pode até mesmo fazer isso pelo telefone”, ressalta.

Distribuição de máscaras

Nesta sexta-feira (17) a Prefeitura de Rio do Oeste vai fazer a distribuição simbólica de duas mil máscaras. A intenção é conscientizar a população sobre a importância da proteção individual para garantir a saúde de forma coletiva. Na cidade o Executivo também editou um decreto recomendando que todos utilizem máscaras ao sair de casa.