Esporte
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

Uma conquista para o esporte e também para a economia de Rio do Oeste é a possibilidade do município sediar competições estaduais e até nacionais de bicicross. A informação foi confirmada depois de uma visita do diretor de BMX da Federação Catarinense da modalidade, Luiz Eduardo Markiewicz e o sonho que começou a ser traçado junto com o início da construção, em 2019, começa a se tornar real.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Esportes de Rio do Oeste, Francisco João Pisetta, desde o momento da idealização do projeto da pista em 2017 a intenção já era trazer competições estaduais e nacionais como forma de incentivo aos jovens para o esporte que é um dos mais reconhecidos do país. Ele reforça ainda que o representante da Federação Catarinense, que também é atleta veterano de BMX, avaliou a pista como uma das três melhores do sul do país e garantiu que o local deve receber competições. “Ele já antecipou e garantiu que vão trazer sim. Hoje a pandemia está prejudicando um pouco mas no próximo ano quem sabe já normalize as coisas e vão trazer para o nosso município também. Isso é um grande incentivo para o nosso município e para os nossos jovens, para despertar neles a vontade de entrar no esporte pois hoje nós trabalhamos no futebol, com o tênis de mesa também e o propósito dessa pista, já desde o prefeito Betão, era trazer a competição para o município e incentivar os jovens”, avalia.

Para a economia local as competições também são muito importantes já que segundo o secretário, esses eventos recebem mais de mil pessoas, o que traria inúmeros benefícios para Rio do Oeste e região. “Com certeza é muito importante para a economia, são muitas pessoas entre competidores e familiares que virão para o município”, justifica.

A pista ainda não está totalmente finalizada e de acordo com Francisco a obra deve ser concluída em até 45 dias. Depois disso, outra novidade é a criação de uma escolinha de BMX com a orientação do Rodolfo Soares de Lima, um dos idealizadores da pista e atleta de Rio do Oeste premiado nacional e internacionalmente. “Já tem bastante crianças na fila de espera e nossa intenção é que a gente possa abrir uma escolinha com a coordenação do Rodolfo que é campeão em diversas competições nacionais e internacionais”, revela.

Rodolfo comenta a alegria em receber a notícia das competições nacionais, já que essa é segundo ele uma das maiores conquistas para toda a região. “A Federação Catarinense de Ciclismo é vinculada à Confederação Brasileira de Ciclismo que é vinculada ao Comitê Olímpico Brasileiro então isso é muito bom para a nossa cidade. A nossa intenção era essa mesma, e está acontecendo”, conta.

O competidor destaca que a pista é de padrão internacional e explica que trouxe para o município a experiência adquirida em competições pelo mundo. Sobre a escolinha ele avalia como uma oportunidade para a criação de atletas de alto rendimento. “Nossa vontade é de trabalhar com a base para fazer futuros atletas de alto rendimento, a minha intenção em ter idealizado essa pista é de aproveitar bem o recurso. Como eu competi no Brasil inteiro e em competições internacionais eu trouxe para Rio do Oeste todos os melhores obstáculos que encontrei nessas competições. Como por exemplo a gente tem uma pista em Rio do Sul que não queríamos fazer igual pois o interessante é ter inovação e fazer uma pista de alto nível até para que Rio do Sul possa treinar em Rio do Oeste”, finaliza.