Cidade
Foto: Divulgação

Helena Marquardt/DAV

Aos poucos os eventos começam a ser retomados em Rio do Sul e para o fim de semana na capital do Alto Vale já estão sendo divulgados shows que acontecem na Sociedade Bela Aliança na próxima sexta-feira (12) e também no sábado (13) com apresentação de diversas bandas, no entanto, autoridades informam que como a região está na fase laranja da classificação de risco as restrições continuam valendo, como o máximo de 20% da capacidade de público e o distanciamento.

A sociedade Bela Aliança é uma das que já retomou a programação musical. Uma das organizadoras do evento, Tatiana Ochakowski, da WA Promoções e Eventos, afirma que todas as regras de segurança vêm sendo seguidas como o uso obrigatório de máscara, utilização de álcool em gel, aferição de temperatura na entrada e distanciamento entre as mesas.

Para a sexta-feira estão sendo divulgadas apresentações do Grupo Karisma e San Marino. No Domingo o clube recebe as bandas Tchê Chaleira e Primeira Dama. A WA promove também um evento no domingo em Pouso Redondo com Paulinho Mocelin e Portal Gaúcho.

“Fácil não está sendo porque tanto para as bandas quanto para a gente da organização as despesas são contínuas. Não estamos tendo o retorno financeiro de antes, mas estamos pensando lá na frente e nesse momento é melhor do que nada. As vezes temos que mandar pessoas embora, só permitimos entrada com reserva e isso acaba sendo desconfortável para a gente e para os clientes. Essa tem sido a parte mais difícil, mas esperamos que logo volte tudo ao normal”, disse Tatiana.

A Sociedade Duque de Caxias também terá programação nesta sexta-feira (12) com apresentação do Trio de Baile e Grupo Tranco & Balanço. O responsável pelo evento, Sirineu Pereira, declarou que segue todas as regras estabelecidas e tem alertado os próprios frequentadores sobre as normas para evitar a propagação da Covid. Ele ressalta ainda que a situação financeira dos profissionais do setor está a cada dia mais complicada. “Eu consigo fazer com essa capacidade reduzida de 20% porque tenho banda própria, mas para trazer outras de fora não tem como. Temos visto bandas vendendo veículos e equipamentos para se manter nesse quase um ano parados. Tentamos fazer tudo certinho, colocamos as mesas no meio do salão para não ter dança, porque sabemos que todos precisam trabalhar mas que a vida é o que mais importa”, comenta.

Procurador jurídico esclarece regras

O procurador jurídico da Prefeitura de Rio do Sul, Jairo Welmuth Júnior, esclarece que eventos estão liberados de maneira parcial, de acordo com o que prevê a Secretaria de Estado da Saúde. A Vigilância Sanitária de Rio do Sul, alerta que na atual fase do mapa de classificação de risco proposto pelo Governo de Santa Catarina, o Alto Vale do Itajaí encontra-se na cor laranja, considerado de nível “grave”.

“Assim, bares, casas noturnas, boates, pubs, entre outros, precisam respeitar o limite de pessoas no estabelecimento em até 20% da capacidade máxima do local. O horário de funcionamento também é restrito, com portas abertas admitindo novos clientes até às 1h da madrugada e, fechamento e encerramento das atividades até as 2h”, explica.

Ele esclarece ainda que a música ao vivo está autorizada, assim como o uso de pista de dança. “Entretanto, pede-se o bom senso dos clientes com relação ao uso de máscara que deve ser utilizada sempre, sendo liberada apenas no momento da alimentação ou ingestão de bebidas. O estabelecimento precisa fornecer álcool gel em locais de fácil acesso aos clientes”, finaliza.