Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Rio do Sul terá educação industrial a partir de 2022. A novidade será implantada no início do ano letivo com duas turmas de nono ano através de uma parceria com o Senai e empresários do município. O objetivo é facilitar a inserção dos estudantes da Rede Municipal no mercado de trabalho.

A secretária de Educação, Janara Mafra, explica que a ideia surgiu há alguns anos, mas agora será concretizada. “Já temos essa intenção há alguns anos a pedido do prefeito e por uma solicitação dos próprios empresários que revelaram que existem vagas, mas faltam pessoas que estão aptas a esse mercado e com essa parceria com o Senai e a iniciativa privada vamos poder colocar em prática”, disse.

A proposta é que sejam implantadas duas turmas piloto e a ideia é que uma parte do currículo seja destinada a educação industrial com aulas que desenvolvem diversas competências nos estudantes. Os alunos terão capacitações em informática, segurança, empreendedorismo, comunicação oral e escrita, etiqueta profissional, jogos digitais, entre outras. “O Senai prepara essa grade do curso que tem uma carga horária de mais de 150 horas no ano e os alunos continuam participando da base comum da rede, mas no contra turno eles frequentam as oficinas”, esclarece.

Através da educação industrial, os adolescentes terão chances de desenvolver habilidades e ingressar no mercado de trabalho. “Com a educação industrial o estudante vai ter esse contato e se interessar pelo desenvolvimento dessas habilidades. Com essas aulas eles também têm uma perspectiva do Jovem Aprendiz, que ele pode fazer um estágio tendo a possibilidade de estar inserido nesse primeiro trabalho”.

Nesta primeira fase o projeto deve beneficiar cerca de 70 alunos. “A proposta é que inicie já no ano que vem, então estamos agendando uma reunião com o prefeito, a instituição e as famílias porque queremos implantar logo que começar o ano letivo”, finaliza.