Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O recém-lançado Banco do Bem, projeto do Rotary de Lontras, já começa a beneficiar a comunidade. Através dele a entidade adquiriu cadeiras de rodas, cadeira de banho, muletas e outros itens que serão entregues a famílias carentes que precisam desses equipamentos, mas não têm condições financeiras de fazer a aquisição.

O integrante, Glauco Kühl, lembra que o projeto foi inspirado em uma iniciativa parecida do Rotary Club de Itapema e que acabou sendo implantada no Alto Vale. “A intenção existia há alguns anos e ano passado a gente implantou de fato essa ideia. Nesse ano fizemos uma promoção durante o Liquida Lontras onde vendemos o tradicional Boi Ralado que é a carne moída que é feito um espetinho e assado. Com essa promoção arrecadamos um valor razoável para comprar os primeiros equipamentos”, explica.

Ele comenta ainda que os interessados que precisam de cadeiras de rodas, de banho, muletas ou tipoia e que não podem comprar esses itens, devem se cadastrar em um sistema de empréstimo simples e para isso basta entrar em contato pelas redes sociais do Rotary Club de Lontras. “Queremos emprestar para quem precisa, no momento em que ela está passando uma enfermidade que geralmente não é definitiva. Às vezes a pessoa não tem condição de comprar, mas dá um jeito e depois ainda acaba ficando com aquilo sem utilizar, então nós do Rotary queremos beneficiar essas pessoas mais carentes”, ressalta.

Ao todo foram adquiridas duas cadeiras de rodas, dois pares de muletas, dois andadores, tipoia, bota ortopédica e uma cadeira de banho. O valor do investimento não foi divulgado pela entidade, mas a intenção é ampliar o projeto. “Se daqui a pouco as duas cadeiras de rodas estiverem emprestadas e mais alguém precisar a gente vai repondo, adquirindo mais através de promoções que visam arrecadar recursos para a aquisição desses equipamentos”, completa Carlos Eduardo De Sora, secretário do clube.