Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

Salete foi o segundo município do Alto Vale que mais cresceu nos últimos anos, com 5,2% de retorno do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a cidade tem resultados positivos principalmente através do fortalecimento da agricultura, indústrias e comércio. Em entrevista ao DAV a prefeita Solange Schlichting, fala sobre os principais pontos de crescimento e faz um balanço sobre as grandes obras que estão sendo executadas nas áreas da saúde, esporte, lazer, economia e segurança pública.

Com o fortalecimento das indústrias do município, sobram vagas de emprego e falta mão de obra, a prefeita Chica reforça que a intenção é qualificar as pessoas dentro do município para que possam ter um bom emprego e permaneçam na cidade. “Hoje temos vagas sobrando para quem quiser vir trabalhar, as indústrias da cidade estão buscando mão de obra qualifica e não qualificada que a gente possa treinar e manter trabalhando aqui no município”, conta.

Para a área da Saúde duas conquistas importantes foram comemoradas, o ESF I era uma obra que estava parada desde 2011, nesse ano ela foi concluída e os profissionais da Saúde já atuam na nova Unidade. Agora a construção do ESF III já iniciou e a nova Unidade no valor de R$ 800 mil deve beneficiar mais ainda a população. A verba para a obra é proveniente de emenda parlamentar do senador Jorginho Melo.

Uma outra estrutura muito esperada pela população é a construção do Centro de Convivência que está sendo executada em um terreno do município, ao lado do Ginásio de Esportes no bairro Cachoeira. A obra de 365 metros quadrados é orçada em R$ 623.971,26. Deste valor, R$250 mil são provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Celso Maldaner (MDB), recurso intermediado pelo vereador Márcio Hellmann. A contrapartida do Município será de pouco mais de R$ 399 mil. Chica explica que essa obra foi construída em local estratégico para que possa ser ampliada para receber grandes eventos com grande público.

A reforma do ginásio também é muito esperada e custará em torno de R$ 300 mil, valor proveniente de emenda do deputado estadual Maurício Eskudlark. O projeto prevê uma nova fachada, duas novas portas de acesso, rampa de acessibilidade, área específica para cadeirantes e banheiro especial, além da construção de mais dois banheiros e nova área de alimentação no piso superior. O projeto prevê ainda a aplicação de manta térmica na cobertura. “A reforma do ginásio é muito esperada por todos, um investimento de R$ 300 mil, vai ser todo renovado, situação de cozinha, bar, acessibilidade, banheiros, telhado e a gente vai ficar muito feliz com essa reforma que vai atender muita gente”, avalia.

A cada 50 dias uma rua pavimentada foi entregue no município, esse total somam 30 ruas que Chica revela ser um dos maiores pedidos da população, já que melhora a trafegabilidade para automóveis e também o acesso às indústrias. “A gente sempre está fazendo em parceria essas pavimentações, alguma coisa em emendas parlamentares. Isto aconteceu no ano passado e nesse ano reiniciamos aos poucos. Com as parcerias a gente vai fazendo mais ruas aqui da cidade. Estamos dando uma segurada agora no início pois ainda não foi votado o orçamento então a gente ainda não recebeu os empenhos do Governo Federal, que também vão tocar várias ruas e projetos que a gente tem aí”, justifica.

A implantação do sistema de monitoramento por câmeras com 20 equipamentos já foi implantado na cidade e deve ser iniciado na próxima semana. O monitoramento será feito pela Polícia Militar.