Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A parceria entre a prefeitura de Salete, através da Secretaria de Educação com apoio da iniciativa privada, vai oportunizar que estudantes se matriculem em cursos profissionalizantes no município.  A iniciativa faz parte de um programa de iniciação profissional que é um convênio com o Sesi/Senai. Serão oferecidas 11 modalidades de cursos, num espaço cedido sem custos pela empresa Rohden Artefatos. O investimento será de R$ 61.000,00.

A prefeita Solange Schlichting, afirma que, cada dia mais, a educação profissional se faz necessária, sobretudo para que os jovens possam ingressar com mais facilidade no mercado de trabalho.  “Empresas da nossa cidade, estão buscando trabalhadores em outros municípios da região, porque falta mão de obra e a qualificação é muito importante na hora de contratar”, avalia.

O Coordenador de educação profissional do Sesi/Senai, Daniel Silvano Busarello falou do programa “Profissões do Futuro”  e dos cursos oferecidos pela entidade. Para ele, essa iniciativa é fundamental para o desenvolvimento do município e para o futuro dos jovens da cidade que usarão as empresas para seu desenvolvimento. “Esse curso tem como objetivo capacitar o adolescente, trazer uma visão mais geral das profissões do futuro em relação a robótica, raciocínio lógico, em relação a toda a estrutura da indústria 4.0 que está por vir e nós já percebemos esse movimento dentro de Salete. Essa iniciativa entre a prefeitura e a iniciativa privada é importante porque faz com que a gente consiga aproximar duas vertentes importantes que é o poder público com suas iniciativas de melhorias para munícipes  e o setor privado, entendendo que também  faz parte desse desenvolvimento trazendo esse espaço para fazer o curso”, pontuou.

Os cursos possuem 150 horas e têm duração de um ano. Ao longo da jornada escolar, os alunos matriculados na escola regular devem ter um contraturno uma vez por semana. O empresário Lino Rohden, que também é vice-presidente para Assuntos Estratégicos da Fisesc parabenizou a iniciativa da administração. “Eu vejo que o aprendizado é fundamental, essa especialização que eles estão abrindo para as profissões porque vai ajudar os jovens a reter mais conhecimento e serão bem preparados para todo tipo de atividade econômica que estão se desenvolvendo. É fundamental que eles estudem mais e se promovam porque hoje em dia, a indústria, comércio precisam de profissionais mais bem preparados. Nós precisamos de pessoas bem preparadas. Isso que vai ajudar o desenvolvimento econômico, o que já acontece em muitos países, onde a educação é mais avançada”, finaliza.