Alto Vale
Foto: Divulgação

Uma cidade repleta de belezas naturais e lembrada pela fé, devoção e religiosidade da população. Na sexta-feira, 29 de dezembro, o Município de Salete comemorará 56 anos de conquista da emancipação política administrativa. Para celebrar a data a Prefeitura organizará um grande evento festivo.

A comemoração do aniversário será marcada por um show gratuito com o cantor de música nativista, Baitaca. A programação iniciará a partir das 20h30min, com uma atração musical local, e às 22h o artista sobe ao palco da Praça Raimundo Tamanini, no Centro, para animar a todos os participantes.

“Nosso povo merece este evento, pois com o trabalho diário se constrói o desenvolvimento da cidade. Convidamos a todos os Saletenses e também as pessoas dos municípios vizinhos para que venham celebrar a data do aniversário de emancipação política de Salete”, comentou a prefeita, Solange Schlichting (Chica).

A história

Formada por uma população de origem alemã, italiana e ucraniana, e colonizada por Luiz Bértoli Sênior a partir de 1925, a religiosidade está no DNA da cidade, que reverencia Nossa Senhora da Salete.

Denominado Ribeirão Grande como se chamava, pertencendo ao distrito de Taió, que por sua vez pertencia a Rio do Sul e este a Blumenau. Em 1949 passou a categoria de distrito pertencendo ao então já município de Taió. Foi em 29 de dezembro, através da resolução nº. 03/1961 da câmara de vereadores de Taió e da lei nº. 799 da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, que foi alcançado à autonomia político-administrativa, como o nome de Salete.

O nome de Salete é uma referência à Nossa Senhora da Salete, cuja imagem foi colocada em 1943 no Morro do Santuário, onde os padres seculares construíram um seminário que atualmente está sob a custódia da Congregação do Espírito Santo.

Ao longo dos anos o município evoluiu economicamente em setores organizados. Antes, Salete tinha como base econômica, apenas as indústrias de artefatos de madeiras, metalúrgicas e facções têxteis. Atualmente por meio de cooperativas e associações, o setor agrícola, com o melhoramento de atividades da bovinocultura de leite e a piscicultura geram renda para muitas famílias.