Alto Vale
Foto: Divulgação

Com a confirmação de um caso e mais dois pacientes suspeitos, a Secretaria de Saúde de Presidente Getúlio intensifica a conscientização sobre os cuidados com a dengue. Trabalhos em escolas e empresas já estão sendo realizados desde a semana passada.

Na fala, os agentes de combate a dengue alertam para o perigo de deixar água parada. “Com a chegada do período chuvoso, a atenção precisa ser redobrada, porque a fêmea do mosquito procura locais quentes e úmidos para liberar os ovos”, explica Hezio Lima, agente de combate à dengue.

Frequentemente, são realizadas vistorias em 120 armadilhas e 26 pontos estratégicos como cemitérios, borracharias, ferros-velhos, terrenos baldios e empresas, que geralmente reúnem as condições ideais à proliferação do mosquito. Atualmente, o município está com cinco focos do mosquito.

“Precisamos da ajuda da população. Temos apenas dois agentes cuidando de um município inteiro. Então, com certeza, não damos conta e ficamos muito mais vulneráveis. Por isso, se cada um fizer sua parte, estaremos mais seguros”, diz Iara Possamai, secretária de Saúde.

Já é sabido, mas precisa repetir: mantenha a caixa d’água limpa e fechada; troque diariamente a água dos animais e não deixe água parada em: pneus, porta vasos, garrafas e calhas.

Denúncias sobre possíveis focos do mosquito aedes aegypti podem ser feitas pelo telefone 3352-5500.

Em casos de suspeita da dengue, que incluem sintomas como febre alta, dores musculares intensas, dor de cabeça e ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite e manchas vermelhas no corpo, é fundamental procurar uma unidade de saúde para o correto diagnóstico.