Cidade

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) disponibiliza 10 vagas masculinas para o Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (Pead). Os contratados irão trabalhar na categoria de serviços gerais na Secretaria de Obras e Agricultura (Semob) e o início é imediato. A inscrição deve ser feita pessoalmente na Seades e não é necessário experiência.

O secretário da Seades, Ricardo Pinheiro, explica que esta é uma ação de governo já tradicional na gestão atual. “Por um lado a Prefeitura conta com mão de obra emergencial e, por outro, os trabalhadores que buscam recolocação profissional podem oferecer as próprias habilidades. Importante frisar que além de uma oportunidade de obtenção de renda, o bolsista ainda pode se capacitar e, dessa maneira, aprimorar o próprio currículo para futura retomada ao mercado de trabalho, seja formal ou autônomo”.

Panorama

Desde o início de 2021, por meio deste programa, já foram ofertadas 158 vagas. Sob o cenário da pandemia de Covid-19 e devido ao decreto municipal 8959/2020 não é possível a contratação de pessoas do grupo de risco. O que inclui: trabalhadores com idade superior a 60 anos, cardiopatas, pneumopatas, imunodeprimidos, doentes renais crônicos, diabéticos e gestantes de alto risco.

O Pead pode durar até um ano, sendo que o trabalhador recebe um salário-mínimo, cesta básica e vale-transporte (caso necessário). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3525-4084, das 7h30 às 13h30. A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) fica na rua Verde Vale, 77, no bairro Canta Galo. O interessado pode procurar a Secretaria munido de documentos como: carteira de trabalho, comprovante de residência atualizado, RG e CPF.

Veja os critérios para ser bolsista:

– ter entre 18 a 59 anos,

– estar desempregado há – no mínimo – sete meses.

– morar há um ano em Rio do Sul e não se enquadrar no grupo de risco nem apresentar comorbidades.