Alto Vale
Foto: Divulgação

Com o objetivo de preparar os profissionais da rede de atendimento, para escuta especializada a crianças e adolescentes vítimas de violência, a Secretaria de Assistência Social de Presidente Getúlio, em parceria com Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescentes e Núcleo Intersetorial de Suporte e Apoio (Nisa), promove capacitações, durante esta quinta e sexta-feira (21 e 22). Participam, membros da rede como Assistência Social, Saúde, Educação, Conselho Tutelar, Bombeiros, Polícia Militar e Ministério Público.

Escuta especializada é a entrevista após situação de violência, com criança ou adolescente, perante órgão da rede de proteção, limitando o relato estritamente ao necessário para o cumprimento de sua finalidade. O procedimento tem o objetivo de assegurar o acompanhamento da vítima ou da testemunha, para a superação das consequências da violação sofrida.

“É necessário capacitar todos que entrarão em contato com a criança ou adolescente vítima de violência, humanizando o atendimento e o acolhimento e evitando que a mesma reviva o trauma, a sensação de medo e impotência sentidas no ato do abuso”, diz Roberto Almeida, palestrante e mestre em Direito Constitucional.

No primeiro dia de capacitação, participam todos os membros da rede. Já o segundo, é voltado apenas à equipe técnica, com protocolos de atendimento.