Cidade
Foto: Mário Dáud

Um canal de arrecadação para incentivar políticas públicas e ações para crianças e adolescentes. É por essa finalidade que existe o Fundo da Infância e Adolescência (FIA). A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) realizou na manhã do dia 13 de fevereiro a abertura da campanha de arrecadação para o FIA. Estiveram presentes, ainda, integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O prefeito, José Thomé, enfatiza que essa é uma oportunidade de manter proximidade entre a categoria contábil e clientes.

“Temos a iniciativa de sensibilizar o contribuinte por meio de ações objetivas como são os projetos financiados pelo FIA. Com isso, geramos resultado efetivo para a comunidade, com transparência e tudo às claras. Além de ser uma forma de manter o capital financeiro girando no nosso próprio município”. O edital para este ano deve se tornar público mês que vem.

A secretária da Seades, Danielle Zanella, ressalta que Rio do Sul subiu na arrecadação. “ Percebemos que podemos chegar mais longe nessa sinergia entre o governo municipal e a categoria contábil. E assim podemos mudar para melhor a vida das pessoas que mais necessitam”.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

8ª posição

O imposto de renda de pessoas tanto física ou jurídica pode ser destinado para o FIA em Rio do Sul. Em 2017 o montante arrecadado foi de cerca de R$ 83 mil, valor que representou o dobro no ano anterior. Já em 2018 o número foi de R$ 116.740,33. “A expectativa é aumentar a quantia dessa edição e manter o crescimento gradativo de arrecadação”, completa Danielle destacando que no ano passado, Rio do Sul ocupou o 8º lugar entre municípios que mais arrecadaram.

A lista de projetos inclui: atividades educativas, esportivas, capoeira, tênis de mesa, teatro nas escolas (com temas que tratam sobre prevenção de violência e situações de abuso, por exemplo), cursos profissionalizantes em parceria com Senai e Senac (manicure, mecânica básica, auxiliar administrativo, informática e afins).

Houve também a entrega de certificados para empresas contábeis participantes do FIA de 2018. “Essa é uma maneira de agradecer o empenho e mostrar como o fundo tem sido utilizado, a citar projetos sociais, palestras e ações para o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes”, assegura a presidente do CMDCA, Gabriela Lanzarin.