Cidade
Foto: Divulgação

Rafaela Correa/DAV

Foi encerrada na tarde desta quarta-feira (3), o 2º Seminário Gestão 360°. O evento reuniu 37 gestores educacionais para discutir questões administrativas, financeiras e pedagógicas nas unidades educacionais. Outro assunto pautado foi em relação à pandemia e ao Plano de Contingência que embora tenha sido aprovado no ano passado, passa por adequações conforme necessidades observadas diariamente. O objetivo final é a criação de um “caderno de gestão” para dar margem para uma mesma linha de atuação para todos os gestores que venham a fazer parte da equipe da Educação do município.

A secretária de Educação, Janara Mafra, explica que esse é o segundo seminário, o primeiro teria sido realizado no ano passado. Ela afirma que é um momento importante para a educação de modo geral. “Foram abordadas questões administrativas, financeiras, pedagógicas e de gestão de pessoas e essa temática foi construída diante das nossas rotinas, dos nossos processos diários, em relação às unidades educacionais, aos projetos, propostas e com a participação de todos. O nosso objetivo final é o caderno de gestão, que queremos deixar porque trocam diretores, entram, saem e é importante que a gente apresente um caderno de gestão para que tenhamos a mesma linha de administração”, comenta.

Janara também fez um balanço da volta das aulas presenciais e diz que é um período diferente, já que todos os dias a Educação se depara com situações que precisam ser avaliadas com atenção. “Nós estamos aí desde o dia 19 avaliando, monitorando, atendendo de forma presencial e cada dia é um dia. Estamos sempre em parceria com a Secretaria de Saúde, onde eles nos orientam e vamos acompanhando o cenário para poder dar continuidade. Eu tenho mais de 20 anos dentro da Secretaria da Educação e estamos vivendo uma experiência diferenciada, nós temos o Plancon que foi aprovado no final do ano passado, no entanto, nós já falávamos desde lá que vivendo a prática seria diferente e diariamente nos deparamos com isso”, comenta.

Ela revela ainda que atualmente 100 profissionais estão afastados por fazerem parte do grupo de risco, por comorbidades ou idade acima de 60 anos. “São 100 profissionais a menos e diariamente aparecem profissionais com alguns sintomas e que são devidamente afastados e as crianças continuam indo nas unidades e nós precisamos monitorar para ver até que ponto poderemos atender a todos. Felizmente nossos gestores educacionais estão administrando isso de forma muito responsável. Estamos torcendo para que os educadores sejam vacinados para poder dar esse atendimento à educação”, enfatiza.

No final do seminário, o prefeito José Thomé entregou uma camiseta para cada um com algumas palavras que representariam a gestão educacional. “A camiseta simboliza que todos vestem a mesma camisa, nessa camiseta está escrito gestão 360°, que é um olhar para o todo e nas costas, a marca que nós queremos para a nossa educação, com palavras como: coragem, inovação, lealdade para que a Educação tenha cada vez mais qualidade”, finaliza Janara.