Cidade
Divulgação

 

O Governo do Estado e a CASAN trabalham para entregar este ano uma primeira etapa do Sistema Público de Esgotamento Sanitário de Rio do Sul. Essa etapa vai atender o Bairro Canta Galo.

 

O investimento em todo o sistema, que atenderá 11 bairros e 60% dos moradores da cidade, é superior a R$ 75 milhões, e terá reflexos diretos na qualidade de vida e na conservação do ambiente na Capital do Alto Vale.

“Embora a atual geração também vá presenciar os benefícios da obra, serão as futuras gerações que mais irão colher os frutos dessa infraestrutura”, avalia a engenheira sanitarista Fabiane Andressa Tasca Goerl, chefe do Setor de Operação e Manutenção de Esgoto Sanitário dos municípios da região Norte-Vale do Itajaí.

 

O sistema de Rio do Sul é uma das maiores obras de esgoto em Santa Catarina, prevendo a implantação de 150 quilômetros de redes coletoras e 11 mil ligações domiciliares, beneficiando aproximadamente 36 mil moradores.

 

A obra faz parte do Plano de Investimento da CASAN no total de R$ 1,6 bilhão, que está permitindo a implantação de Sistema de Esgotamento Sanitário em diversas cidades catarinenses.

“No Vale do Itajaí estão em andamento obras de esgotamento sanitário em Indaial, Ibirama e Ituporanga. No litoral temos Barra do Sul, Piçarras e Araquari. São projetos que vão tornar as bacias hidrográficas e as cidades mais sadias e sustentáveis”, complementa a engenheira sanitarista.