Alto Vale
Divulgação

 

Reportagem: Helena Marquartd – DAV

 

Subiu para dois o número de casos suspeitos de coronavírus em Pouso Redondo. A cidade é uma das 19 em Santa Catarina divulgadas pelo Ministério da Saúde onde há pacientes sendo monitorados e aguardando o resultado de exames para confirmar ou descartar a doença que tem se espalhado rapidamente por todo o mundo e já causou 3.276 mortes no mundo.

 

O primeiro caso foi registrado no município no dia 28 de fevereiro, mas ainda não foi confirmado nem descartado. O paciente, que não teve informações pessoais divulgadas, tem histórico de viagem e permanece em isolamento desde que apresentou sintomas.

 

De acordo com a atualização desta quinta-feira (5), ao todo são 54 casos suspeitos em Santa Catarina. As informações são atualizadas na Plataforma IVIS do Ministério da Saúde, fonte oficial e responsável pela compilação dos casos suspeitos no país. As atualizações também podem ser conferidas por qualquer pessoa no site www.saude.sc.gov.br/coronavirus.

 

Em entrevista ao DAV no início da semana o secretário de Saúde de Pouso Redondo, Rafael Tambosi, havia afirmado que a primeira suspeita já causava preocupação na cidade.

“O caso traz uma preocupação. Torcemos para que seja negativo, mas é um momento de apreensão”, disse ele.

 

Já o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, disse em coletiva de imprensa que o estado vivia um momento de atenção, mas não de pânico e declarou que Santa Catarina seguia o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e, que tem um plano de contingência implementado para diminuir os riscos e impactos da doença na população.

“Temos algumas ações desencadeadas, com reforço da preparação das equipes e divulgação de ações”, afirmou.

 

Ministério confirma transmissões locais

 

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (5) o mais recente balanço sobre o novo coronavírus no Brasil. Ao todo são oito casos confirmados, 635 casos suspeitos e outros 378 descartados. Agora, são seis casos em São Paulo, um no Espírito Santo e um no Rio de Janeiro.

 

De acordo com o ministério, entre as novas confirmações há dois casos de transmissão local relacionados ao primeiro caso confirmado em um morador da capital paulista que viajou para a Itália.